Pular para o conteúdo

10 Alimentos que uma grávida precisa evitar

    Durante a gravidez, a saúde e alimentação da mãe podem influenciar diretamente na saúde do bebê.

    Você sabia que alguns alimentos podem influenciar na fertilidade? Por isso, é importante estar sempre atenta à sua dieta.

    A alimentação saudável durante a gravidez é um desafio para todas as gestantes! 

    Para se ter saúde na gestação é preciso mudar os hábitos alimentares saudáveis para que a gestação seja tranquila, sem nenhum imprevisto ao longo do caminho.

    O acompanhamento médico é essencial, pois assim é possível conhecer como o seu corpo está se adaptando a essas mudanças.

    Desse modo, o médico pode receitar uma suplementação, caso seu organismo esteja deficiente de alguns nutrientes, permitindo que o feto se desenvolva com saúde.

    Muitas mulheres quando descobrem que estão grávidas e não querem o bebe, decidem comprar misoprostol original, pois esse é um dos remédios que fazem com que as grávidas não engravidem. Mas cada mulher tem sua opinião quanto a este tema.

    E também e sempre bom ter cuidado com comidas mexicanas, não sabemos o que ela pode causar então e melhor evitar ir em restaurantes mexicanos.

    Algumas mulheres na gravidez para não sentirem dores na barriga, resolvem comprar cytotec, mas isso não é para mulheres em gestação, pois existem diversos efeitos ruins. 

    Conheça os 10 alimentos que a gestante precisa evitar

    1. Queijos maturados

    Uma gestante que ama queijo, como: camembert e gorgonzola, precisa se controlar. 

    Comer qualquer um desses queijos não é indicado, pois, nesses tipos de queijo existe uma bactéria que pode provocar aborto instantâneo, parto prematuro e até a morte do feto.

    Os queijos duros, como o cheddar e o parmesão, são permitidos, mesmo que não sejam pasteurizados. 

    No caso do feta e mussarela são apenas recomendados se forem fabricados com leite pasteurizado.

    2. Carnes mal cozidas

    As carnes cruas ou mal cozidas são fonte de toxoplasmose, um parasita que pode ainda ser encontrado em frango, salsichas e hambúrgueres, pode provocar o aborto.

    No caso do sushi ou de outra receita com peixe cru, a gestante pode comer desde que os peixes tenham sido congelados.

    3. Frutas e vegetais por lavar

    Use e abuse das frutas e verduras. Mas tenha o cuidado de que tenham sido devidamente higienizados, o toxoplasma se desenvolve nas carnes cruas e nos vegetais mal lavados.

    4.Cafeína

    Não é somente o café que as gestantes devem evitar, mas também chás, chocolates, bebidas energéticas e refrigerantes que são compostos por estimulantes que são prejudiciais ao bebê. 

    Durante a gestação, o consumo de cafeína não deve ultrapassar 300 mg por dia.

    5. Álcool

    O consumo de álcool em pequenas quantidades durante os primeiros meses da gravidez é completamente errado. 

    O álcool deve ser evitado a todo o custo, pois pode trazer riscos ao metabolizado do bebê.

    Podendo resultar em malformações, problemas cardíacos e retardamento no crescimento.

    6. Embutidos

    Os alimentos embutidos, assim como os queijos, podem conter a bactéria Listeria.

    7. Comidas gordurosas

    Gorduras trans ou hidrogenadas, encontradas em fast foods, alimentos processados, podem causar parto prematuro. 

    Aumentando os riscos de desenvolver doenças cardíacas na mulher.

    8.  Alguns peixes

    O consumo de sardinha e de atum em mulheres não grávidas, são mais que recomendados, devido ao ômega 3. 

    Mas no caso das gestantes tome muito cuidado com esses peixes, pois contêm níveis elevados de mercúrio, e podem comprometer o desenvolvimento do bebê.

    9. Comida enlatada

    A maioria das comidas enlatadas contêm uma substância tóxica que afeta a atividade endócrina do feto, e em gestantes ainda pode causar infertilidade, câncer, problemas no fígado e no coração.

    10.  Carboidratos refinados

    Os carboidratos refinados são aqueles brancos: farinha branca, arroz branco, açúcar branco. 

    É importante que você substitua esses alimentos por suas versões integrais.

    Se for comer fora, fique atenta a alguns detalhes: Peça sempre comida cozida, evite adoçantes, açúcar,fritura, gordura ou sódio.

    Coma pequenas refeições ao longo do dia, de preferência de 3 em horas, pois assim é possível diminuir a quantidade de calorias de comida nas refeições.

    Coma bastante salada no almoço e no jantar, pois ajuda evitar o aumento excessivo da glicemia após a refeição.

    Evitar o excesso de sal, pois assim é possível evitar o aumento do risco de hipertensão e pré-eclâmpsia.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.