Pular para o conteúdo

Aluguel de carros: Benefícios vs Malefícios

    O surgimento de serviços básicos como aluguel de carros está aí para comprovar que diferente de décadas atrás, o Brasil não tem um mercado automobilístico refratário e atrasado.

    Inclusive, basta irmos a um supermercado para notarmos que também os artigos disponíveis são cada vez mais diversificados, passando por soluções saudáveis, gourmets e afins. Tudo isso aponta para um cenário de aquecimento econômico geral.

    As vantagens também estão no centro dessa questão, já que é natural das pessoas buscarem por produtos e serviços que resolvam suas dores. 

    Por exemplo, alguém que precisa de limpeza de couro branco para um sofá, poltrona ou mesmo para o carro.

    A empresa que conseguir atender esse nicho de modo satisfatório, certamente vai se sobressair, se considerarmos que pode haver uma demanda reprimida nesse setor. 

    O mesmo vale para a locação de automóveis, que contém essa demanda excedente.

    Isso pode ocorrer de várias maneiras, como as oscilações ocorridas na indústria de automóveis, como aumento de valor no carros 0 Km. 

    Outra possibilidade são em setores, como aumento nas taxas de serviço de motorista particular ou mesmo de táxi.

    Lembrando que a locação de carros é um mercado como qualquer outro, portanto segue as mesmas regras gerais. 

    Basta imaginar, por exemplo, uma transportadora que faz serviço expresso de entrega e sua relação direta com o preço do barril de petróleo.

    Afinal, se o custo da gasolina aumentar, cada frete e entrega tenderá a crescer também, ao passo que se o preço do barril cair as entregas ficarão mais em conta, o que também pode aumentar as vendas gerais, barateando mais ainda e daí em diante.

    Outro aspecto fundamental é que todo serviço tem elementos positivos e negativos. Isto é, benefícios e malefícios que podem surgir para o contratante, então o mesmo vale para a locação de carros também, o que pede uma atenção redobrada.

    Daí que achamos melhor aprofundar este assunto aqui, mostrando um pouco mais sobre esses aspectos, especialmente com essa ótica que expõe não apenas a parte prática, mas também os fundamentos conceituais que estão por trás da questão.

    Lembrando que hoje a locação de automóveis pode ocorrer por finalidades pessoais ou profissionais. 

    Por exemplo, um vendedor cujo carro ficou parado para vistoria cautelar supervisão, que pode alugar outro carro por uma semana ou poucos dias.

    Diante disto, se o seu interesse é compreender seriamente quais podem ser as vantagens e desvantagens envolvidas no serviço de locação de veículos, com isso ganhando o domínio técnico necessário para decidir sem se arrepender depois, basta seguir adiante.

    Afinal, como alugar um carro?

    Como vimos, é possível falar em locação de veículos tanto por razões pessoais quanto por profissionais. 

    O que pode ir muito além do profissional autônomo, já que empresas também alugam frotas inteiras, terceirizando esse serviço.

    Portanto, a razão prática que antecede a questão dos benefícios e malefícios consiste em conscientizar esse público-alvo dos motivos pelos quais alugar um veículo. Até porque, isso ainda pode constar como novidade para muitas pessoas.

    De fato, algo como deixar o carro para Laudo Cautelar Veicula em uma oficina de bairro é um serviço com que o brasileiro já está acostumado. 

    O mesmo não ocorre no caso da locação de que estamos tratando, então vale a pena ficar de olho em detalhes.

    Para isso, ou seja, para entender melhor como exatamente alugar um automóvel, o mais indicado é dar toda atenção devida ao contrato de prestação de serviço, que pode mudar em detalhes aqui e ali, mas sempre segue a mesma linha.

    Deste modo, os pontos que mais merecem atenção são os seguintes:

    • Valor de cobrança diária;
    • Os requisitos mínimos;
    • O papel da quilometragem;
    • Entender devoluções e tolerâncias;
    • As formas de pagamento;
    • Analisar o valor de caução;
    • Eventual taxa de tanque cheio;
    • Serviço de motorista adicional;
    • Entender a questão das multas;
    • Como ficam eventuais acidentes;
    • A questão de seguro e de furtos.

    Tudo isso sem falar em pontos que podem não ser tão comuns, mas também costumam estar discriminados, como a travessia de fronteiras.

    Pode parecer exagero, mas certamente é importante a empresa locadora pensar em todas essas possibilidades. 

    Outro exemplo é a locação para prestação de serviço em aplicativos de motorista particular. Antes a locadora cobrava por dia apenas, hoje é por quilometragem. 

    Afinal, duas pessoas podem alugar juntas para uma dirigir de dia e outra de noite, portanto, o desgaste do carro será dobrado, por isso a cobrança também deverá ser.

    Vantagem das modalidades

    Um aspecto que salta aos olhos nesse mercado de locação de carros é que, com a popularização do serviço, surgiram várias modalidades diferentes.

    Essa vantagem permite que qualquer pessoa consiga encontrar uma solução que possa ajudar, além de que muitas delas permitem personalizar o serviço.

    De fato, a customização é uma bandeira que se disseminou nos últimos anos, hoje podendo estar presente em um comércio que vai desde mandar fazer uma camiseta com o gosto do cliente, até a instalação de uma câmera de monitoramento com áudio.

    Um exemplo claro é o da locação por aplicativos voltados para corridas avulsas. Esses carros ficam parados em estacionamentos de conveniados (como hipermercados, shopping centers e afins), ou mesmo em pátios da própria locadora.

    A solução é ideal para quem percorre trajetos longos ou curtos, e pode ser personalizada para usos que vão desde poucas horas até dias algumas semanas. 

    O importante é pôr tudo na ponta do lápis, para não se surpreender quando a fatura chegar.

    Lembrando que algumas locadoras também exigem uma análise de crédito anterior à contratação, o que pode gerar certa burocracia na primeira locação. 

    Contudo, depois de criar uma conta com a empresa, o processo fica mais facilitado, então vale a pena.

    Os serviços mais completos

    Outra modalidade que tem se popularizado muito é a da locação para viagens, que é toda customizada com vistas a esse tipo de desgaste do carro. 

    Também assim, a locadora prepara o veículo para dar o conforto e a segurança necessários neste caso.

    Essa modalidade também imita um pouco a terceirização de transportadoras corporativas, como uma fábrica que distribui açaí para revenda para várias regiões do país, podendo terceirizar sua frota ou fazer o serviço de modo internalizado.

    Falando de pessoa física, uma desvantagem ou ponto que precisa ser levado em conta é que nem sempre o custo-benefício é necessariamente positivo. 

    Às vezes, uma viagem de ônibus para um local próximo pode custar duas ou três vezes menos.

    Lembrando, a diferença é que o conforto do carro é maior. Ao mesmo tempo, se for multiplicar o preço da passagem do ônibus por todos que vão no carro alugado, talvez volte a compensar. É tudo questão de fazer as contas e cotações com atenção.

    Uma dica fundamental é nunca ultrapassar, em termos de quantidade de gente, o limite de passageiros que cada modelo permite. 

    O modo de averiguar isso é bem fácil, já que consta no documento, além de ser equivalente à quantidade de cintos de segurança.

    Existe carro por assinatura?

    Outra dúvida muito comum nesse meio é se é possível alugar carros como que por assinatura. 

    Sendo assim, sem precisar ficar renovando a diária, o que pode sair bem caro se o período desejado for maior que algumas semanas ou meses.

    Fechando um pacote para um semestre ou um ano inteiro, o valor pode cair consideravelmente. 

    Tanto que algumas pessoas estão recorrendo a isso, a ponto de vender seu carro próprio e preferir essa solução.

    Por exemplo, um vendedor externo que atua na área de totem publicidade, visitando dezenas de clientes por dia. 

    Só de não precisar se preocupar com manutenção e revisões periódicas, já pode ser mais interessante.

    Por outro lado, dali um ano você terá gastado todo o valor da locação, mas não terá nenhum carro ao seu dispor, pois terá de devolver o alugado. 

    Assim, alguns podem preferir investir o mesmo valor no parcelamento de um carro que, ao término do tempo, será seu.

    Outros aspectos fundamentais

    Por fim, não é possível falar sobre esse tema, sem mencionar a questão da documentação, dos impostos e até do seguro do carro.

    Lembrando que no caso do carro próprio você é quem precisa desembolsar os valores do seguro, muitas vezes para acabar não utilizando o serviço.

    No caso das empresas isso é bem claro, pois ela pode alugar uma frota para entregar a letra caixa fachada, cujo seguro sairá bem caro, por ser multiplicado por vários. 

    Já a locação serve como uma terceirização, que livra a empresa contratante do ônus.

    No caso da pessoa física, ela economiza com seguro, IPVA anual e até documentações, já que alguns trâmites de cartório também são bem exigentes, mas com a locadora de automóveis não existem.

    Considerações finais

    Portanto, nos últimos anos o Brasil cresceu em termos de opções de serviços customizados, como é o caso do aluguel de carros, que pode trazer benefícios e malefícios.

    Para entrar nesse universo incrível com segurança e sem se arrepender depois, basta seguir ao pé da letra as dicas e informações fornecidas acima.

     Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.