montador de moveis rio de janeiro

Montador de móveis no Rio de Janeiro: como escolher um bom profissional

Se você está procurando por montador de móveis no Rio de Janeiro chegou ao lugar certo.

Nesse artigo vamos lhe mostrar algumas dicas eficazes na hora de escolher um profissional qualificado e consequentemente ter acesso a um serviço de qualidade.

O Rio de Janeiro é um estado imenso, portanto, a possibilidade de encontrar variados profissionais é bem grande.

No entanto, é importante não se precipitar na escolha para não ter problemas posteriores.

Além disso, é necessário avaliar os custos da prestação de serviço para não gastar mais que o necessário.

Prossiga conosco para saber mais.

Montador de móveis no Rio de Janeiro:  7 dicas para escolher bons profissionais

1. Procure na internet

A internet chegou para trazer facilidade, comodidade e praticidade para o seu dia a dia.

Sendo assim, é hora de aproveitar para encontrar um montador de móveis no Rio de Janeiro para atender a sua demanda.

Sites especializados e redes sociais são excelentes pontos de referência, pois neles você encontra informações básicas. São elas:

  • Contato para orçamento.
  • Referências de clientes atendidos.
  • Amostra de montagem de móveis.
  • Endereço fixo para contato pessoal.
  • Experiência e formação profissional.

Ou seja, em um só lugar você encontra as informações necessárias para fazer a contratação.

2. Busque referências entre amigos e conhecidos

Mesmo que você encontre um montador de móveis no Rio de Janeiro pela internet, buscar informações sobre a prestação de serviços com pessoas conhecidas é fundamental.

Atualmente, há muitas pessoas de má fé que usam as facilidades online para dar golpes muito bem orquestrados.

Portanto, tente fazer contato com pessoas que já contrataram os serviços para que você confirme a qualidade.

Uma dica importante é não confiar apenas em fotos encontradas nos sites e perfis em redes sociais.

Anote o contato telefônico e tente uma conversa. Anote também o endereço e busque nos aplicativos de GPS para saber se ele realmente existe.

Essas atitudes são formas seguras de contratar um serviço sem ser vítima de golpes.

3. Escolha um montador mais próximo de sua casa

Para evitar dissabores, a escolha de montador de móveis no Rio de Janeiro que atenda próximo à sua residência é o mais indicado.

Dessa forma, você poderá fazer as devidas confirmações antes de contratar o serviço.

Ademais, essa questão influencia também nos custos. Se o montador precisar se deslocar uma longa distância, você terá que arcar com os custos.

Ou seja, a montagem dos móveis será mais onerosa que o esperado.

montador de moveis rio de janeiro

Divulgação – Pixabay

4. Dê preferência aos profissionais com CNPJ

Muitas pessoas acreditam que a única função do CNPJ é apenas para emitir nota fiscal.

Mas, essa não é a única vantagem. Os profissionais que possuem CNPJ transmitem uma imagem de seriedade e comprometimento com o trabalho.

Além disso, a grande maioria é muito mais organizada, trabalha com serviços agendados e ainda  oferece garantias em contrato.

Portanto, é muito mais vantajoso dar preferência a um montador de móveis no Rio de Janeiro com CNPJ.

5.  Escolha profissionais especializados

Foi o tempo em que o montador de móveis era apenas um amador e entusiasta.

Atualmente, quem escolhe atuar na área de montagem de móveis são profissionais capacitados e especializados.

Ou seja, no momento de escolher o montador de móveis rj é importante dar preferência para aqueles que investiram em sua formação profissional.

Saiba que não se trata apenas de um simples detalhe. Se houve a busca por conhecimento aprofundado, é porque houve o interesse em prestar um serviço de qualidade.

6. Avalie a experiência e a garantia do montador de móveis do Rio de Janeiro

Profissionais que atuam a mais tempo no segmento de montagem de móveis no Rio de Janeiro, certamente são mais caros.

No entanto, a contratação de seus serviços também é mais segura. Por ter experiência, ele já está habituado a lidar com os mais diferentes tipos de situação.

Portanto, está preparado para resolver pequenos problemas que podem surgir durante a montagem, como a necessidade de reparos imediatos, entre outras situações.

Outra questão que não pode ser desprezada é a garantia dos serviços. Já imaginou montar um móvel e em pouco tempo ele apresentar problemas em sua estrutura?

Além de interferir na segurança das pessoas, há também os prejuízos financeiros, ao precisar refazer o serviço.

Para evitar que isso aconteça, prefira os profissionais que ofereçam garantia em contrato.

Dessa forma, qualquer problema você poderá acionar o prestador de serviço ou mesmo a justiça.

7.  Compare preços

Um dos grandes desafios para quem precisa contratar um montador de móveis no Rio de Janeiro é encontrar qualidade na prestação de serviços e preços atrativos.

Portanto, esse é o momento de comparar preços para encontrar a opção mais favorável.

Solicite pelo menos três orçamentos. Antes disso, é importante ter em mente os serviços que serão contratados.

Além da montagem, há os serviços de desmontagem quando necessário e até mesmo de transporte dos móveis.

Se houver a necessidade de reparos ou alterações no tamanho do móvel, esses serviços serão cobrados à parte.

Faça uma lista do que realmente vai precisar, bem como da quantidade e tamanhos dos móveis que serão montados.

Dessa forma, é possível conseguir orçamentos mais precisos, facilitando assim a comparação de preços.

No entanto, não faça dessa a única condição para contratar o montador de móveis no Rio de Janeiro.

Lembre-se que qualidade e bom preço precisam caminhar de mãos dadas.

Conclusão

A escolha de um profissional é fundamental para a conservação dos seus móveis na hora da montagem.

Portanto, todo o esforço para conseguir um montador comprometido com a qualidade e satisfação do seu cliente valerá a pena.

Seja cauteloso e paciente.

Caso precise de um serviço emergencial, dedique um pouco mais do seu tempo para colocar as 7 dicas apresentadas neste texto em prática.

Lembre-se que você investirá seu dinheiro e colocará seus pertences sob os cuidados de outra pessoa.

Sendo assim, é essencial escolher um profissional qualificado e responsável com a execução do serviço.

Não se esqueça de registrar as condições em contrato para que você tenha maior segurança, assim como o profissional.

Romaneio de carga, o que é e para que serve?

O serviço de transporte de cargas requer muita organização da transportadora, principalmente quando envolve a fase mais importante que será o próprio transporte de mercadorias. Portanto, o romaneio de carga será uma grande ferramenta que busca atuar facilitando a leitura das informações sobre todos os pedidos que estão sendo transportados.

Continue neste artigo, abordaremos sobre o que é romaneio de carga: o que é, qual é a sua importância, quem deve utilizar e como obtê-lo. Além desse artigo, indicamos que você faça um Curso Online da área da logística.

Então, pegue caneta e papel, e anote tudo que vamos lhe passar.

Vamos lá?

O que é romaneio de carga?

O romaneio de carga será um documento que vai conter uma lista de informações sobre todas as mercadorias que serão transportadas em um determinado veículo da transportadora.

É como se fosse um checklist onde o trabalhador vai encontrar diversas informações sobre as entregas.

Para que serve o romaneio de carga?

Primeiramente, o romaneio de carga serve como um checklist para ajudar na organização da transportadora. A sua principal função será em ajudar dentro da conferência dos produtos, que será tanto na hora do embarque quanto no desembarque, facilitando assim no trabalho do motorista na hora das entregas.

O documento busca facilitar nos momentos de fiscalização, quando o veículo está parado. Porém, o mais importante é ressaltar que ele não busca substituir os documentos fiscais: DACTe e DAMDFe. O órgão fiscalizador fará a leitura do código de barras com a função de inspecionar a transportadora digitalmente.

Quando deve ser utilizado?

É muito importante compreender que o romaneio de carga é obrigatório somente quando o Governo solicitar. Isso acontece em dois casos: na Instrução Normativa SRF 680 e no Regulamento Aduaneiro.

Nessas situações, o Governo vai solicitar o documento somente quando for aplicável:

  1. Quando o veículo de transporte atravessar uma fronteira internacional;
  2. Quando a mercadoria transportada for uma carga que seja perigosa;

Quais são os benefícios?

O romaneio de carga vai oferecer algumas vantagens que vão além de um checklist. Confira a seguir os principais benefícios.

  • Facilita o acesso para as informações para os seus clientes, uma vez que os dados dos documentos sejam claros e sirvam para que o cliente possa fazer o rastreamento da entrega;
  • Agiliza a conferência de cada produto que foi entregue, que deverá ser comparado com os comprovantes que foram assinados pelos clientes;
  • Vai ajudar na prestação de contas com o motorista, pois ele é o responsável pelo transporte;
  • Auxilia no gerenciamento dos riscos, pois tem vista que as cargas transportadas podem sofrer algum tipo de prejuízo, como, por exemplo: roubos, assaltos e extravio.

Existe diferença entre romaneio e Manifesto de carga?

Não existe nenhuma relação entre os documentos, pois o romaneio lista as mercadorias que deverão ser transportadas, já o Manifesto de carga busca reunir todos os CTes, sigla de conhecimento de transporte eletrônico, que foi emitido para um determinado frete de uma carga fracionada.

Os dois documentos servem com o objetivo de conferir a melhor carga e tornar esse procedimento muito mais ágil.

Como funciona o romaneio de entrega?

O romaneio de entrega pode ser definido quando existe apenas um veículo para entregar as mercadorias em diferentes locais.

Para fazer o devido documento, basta abrir uma planilha em Excel e listar assim o que será entregue e seguidamente ordenar a lista em números, se você não sabe mexer no Excel, indicamos que você faça um Curso Online de Excel.

Quem pode emitir o romaneio de carga?

Qualquer transportadora poderá fazer o romaneio de carga. Para as empresas menores, o checklist poderá ser feito pelo integrante da equipe logística. No caso de transportadoras de alta demanda, o gestor logístico costuma ser o responsável por essa ação.

Mas, em ambas as situações, a criação do romaneio de cargas poderá se tornar um processo altamente lento quando a transportadora não tiver as devidas ferramentas.

Como emitir o romaneio de carga?

Não existe um modelo exato para o romaneio de carga, porém é fundamental ter atenção sobre as principais informações, elas são: informações do veículo, informações do motorista, notas fiscais, informação do CTe, nome do remetente e do destinatário, origem e destino da encomenda, peso, volume, valor e total da entrega.

Criando o romaneio de carga facilmente

O uso de planilhas é uma ótima alternativa para quem busca fazer o romaneio.

Porém, essa atividade manual poderá durar mais tempo e ainda gerar o risco de algumas confusões no checklist.

Portanto, usar uma ferramenta digital que seja voltada para transportadoras fará mais sentido. Será o caso do Sistema de Gerenciamento de Transporte (TMS), que irá puxar os dados da transportadora.

A atividade é feita pelo TMS, proporcionando assim mais agilidade e confiabilidade das informações.

É válido ressaltar que o romaneio será apenas uma das diversas funções que o sistema TMS realiza.

Esse software oferece as seguintes funções para as transportadoras: emissão de CTe e MDFe, controle sobre o status de entrega de cada mercadoria, sistema de gerenciamento, monitoramento de carga em tempo real, gestão de frotas completa, integração EDI para os clientes de grande porte, relatórios de desempenho e integração com os outros sistemas.

Ao passar dos anos, a plataforma TMS vem se tornando cada vez mais essencial para as transportadoras, pois as funcionalidades buscam ajudar a aumentar o desempenho logístico.

 

Depois de ler sobre o romaneio de carga, o que é e para que serve, você ficou com alguma dúvida?

Se você gostou do que leu, comente aqui embaixo sobre essas dicas e mande os resultados logo a seguir. E se quiser compartilhe essas dicas com os seus amigos e amigas.

Grande abraço e até o próximo post!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

 

Como Economizar com carro movido a água: Como funciona, Beneficios e onde adquirir

Para você começar a economizar com Carros movidos a água você precisa comprar o aparelho capaz de transformar o tipo de combustivel de um carro para agua. Você precisa apenas comprar um aparelho que faz a combustão através da agua. E pode ser contratado no site pactotransportes.com.br

Economize mais combustível utilizando carro movido a água

Se você tem um carro deve saber muito bem que o preço da gasolina tem aumentado cada vez mais, e com isso muitas pessoas estão optando por usar transporte público ou motorista de aplicativo, porque fica muito mais em conta, do que abastecer o tanque.

Já passou pela sua cabeça uma maneira de andar de carro de forma segura e barata? 

Foi pensando nisso que fizemos esse artigo, para tirar suas dúvidas sobre esse assunto e te ajudar a economizar um pouco mais.

Quando resolvemos comprar um carro, sempre pensamos na segurança e conforto, ainda mais para aquelas pessoas que utilizam o carro todos os dias para trabalhar.

Isso tem sido cada vez mais um sonho dos brasileiros, por conta da gasolina está caríssima no Brasil.

Muitas pessoas acabam gastando muito dinheiro abastecendo os tanques de gasolina para se locomover com conforto que precisam, mas você já pensou em ter uma economia imediata com um carro movido a água? É isso mesmo, você não entendeu errado, continue lendo esse artigo que vamos explicar melhor como isso funciona. 

Tentativas constantes de trazer ao mercado modelos de carros mais sustentáveis e menos poluentes, estimularam os engenheiros a desenvolver veículos movidos a hidrogênio. 

Esse modelo de automóvel possui tanques de hidrogênio que se misturam com o oxigênio presente no combustível. 

Através desse processo é gerada a eletricidade necessária para movimentar os motores elétricos do veículo.

Como funciona?

Alguns engenheiros revelaram esse acontecimento surreal, um combustível que não prejudica o motor do seu carro e você uma economia na hora, pois não irá precisar gastar tanto dinheiro com gasolina e álcool que estão te levando a falência.

O carro movido a água é uma adaptação feita no seu carro com um baixo investimento para o armazenamento de água.

Funciona assim: O hidrogênio é extraído da água e por meio de uma mangueira e é levado até o motor do carro, dessa maneira você utiliza o hidrogênio e assim economizando muito dinheiro.

Quando a água é colocada no reservatório instalado no seu carro, ela passa pelo gerador de hidrogênio que é capaz de tirar o oxigênio da água, dessa forma o H2O perde o O.

Assim o Hidrogênio que fica puro vai diretamente para o motor onde é queimado como se fosse uma gasolina ou outro combustível e se transforma em uma fonte de energia elétrica.

Quando chega no motor, o oxigênio do ar combina com o hidrogênio que é o que produz a energia, e assim teremos o H2O novamente que é o que sairá do escapamento do seu carro.

Além de uma enorme economia no final do mês, o combustível é mais eficaz do que a gasolina, ele é um combustível limpo e não poluente, pois é retirado da água e todo o seu sistema é feito de maneira segura.

Você pode estar se perguntando agora, por que os carros já não são fabricados com esse sistema? 

O fato é que, empresas milionárias de petróleo ganham muito dinheiro com a venda de gasolina no Brasil, são muitos trilhões todo ano,por isso poderia haver retaliações.

Outro motivo importante também é que o combustível auxilia na lubrificação e no bom funcionamento do motor, por isso não recomendamos usar apenas a água.

Benefícios em utilizar um carro movido a água

O carro movido a água oferece uma enorme economia em combustível, uma ótima eficácia, um sistema seguro e não poluente.

Além desse vamos listar mais algumas vantagens em usar um carro movido a água:

  • Não prejudica o motor do seu carro
  • Funciona em qualquer tipo de carro
  • A instalação é bem simples
  • O motor do carro não perde a potência
  • A bateria continua a mesma
  • Não é necessário pagar para um mecânico fazer a instalação
  • É possível ser instalado em motos também
  • Funciona em carros, a diesel, gasolina e álcool

Usando água como combustível, você terá uma excelente economia no seu dia a dia e seu carro não sofrerá e seu motor não ficará danificado, fora isso você estará ajudando o meio ambiente utilizando um combustível limpo.

Como contratar ou como adicionar em seu proprio carro

Existe algumas empresas que na internet que criaram alguns aparecelhos que voce mesmo pode adicionar em seu carro.

Já Outra empresas, você pode levar o carro até a oficina que eles colocam o aparelho em seu carro, e configura para rodar somente com agua.

Caso você queira saber mais sobre Como economizar com carro movido a agua, entre em contato conosco.

COMO ADQUIRIR O CARRO A ÁGUA 

Carros movidos a água: Vantagens, desvantagens e onde contratar

Carros movidos a água são capazes de produzir energia através do H²O, pelo fato da agua ser hidrogênio totalmente oxidado. Para transformar o tipo de combustivel de um carro para agua, Você precisa apenas comprar um aparelho que faz a combustão através da agua. E pode ser contratado no site pactotransportes.com.br

Um carro movido a água pode produzir combustível a partir de água a bordo sem outra entrada de energia, ou pode ser um híbrido que afirma derivar parte de sua energia da água, além de uma fonte convencional (como a gasolina). A água é hidrogênio totalmente oxidado

Saiba mais sobre carros movidos a água

Nos últimos anos, a evolução dos carros tem sido contínua, e as tentativas constantes de trazer ao mercado modelos de automóveis mais sustentáveis e que não poluem tanto o meio ambiente, impulsionaram muitos engenheiros a criar modelos de veículos movidos a hidrogênio. 

Esse modelo de automóvel possui tanques de hidrogênio que se misturam com o oxigênio presente no combustível, e por meio desse processo é gerada a eletricidade necessária para movimentar os motores elétricos do veículo.

Se você tem um carro já sabe muito bem que o preço da gasolina tem aumentado cada vez mais, e com isso muitas pessoas estão aderindo usar transporte público ou mesmo motorista de aplicativo, porque fica muito mais barato, do que abastecer o carro.

Você já pensou em uma maneira de andar de carro de forma segura e barata? 

Fizemos esse artigo, para tirar suas dúvidas sobre esse assunto e te ajudar a economizar um pouco mais.

Muitos acabam gastando muito dinheiro para colocar gasolina para se locomover, mas você já pensou em ter uma economia com um carro movido a água? É isso mesmo, você não entendeu errado, leia esse artigo até o final que vamos explicar melhor como isso funciona. 

Para compreender melhor como a corrente elétrica se movimenta basta entendermos o seguinte, quando esse modelo de veículo está em funcionamento, o hidrogênio é jogado para fora do tanque para entrar em contato direto com o oxigênio. 

O resultado dessa reação entre ambos os elementos faz com que o automóvel libere vapor de água por meio de seu tubo de escape, e a fusão entre o oxigênio e o hidrogênio é o que gera essa corrente elétrica fundamental para nutrir o motor elétrico.

Vantagens e desvantagens

As características dos veículos movidos a hidrogênio fazem com que eles sejam um exemplo de inovação e apresentem boas vantagens, mas também existem algumas inconveniências a serem consideradas.

Vantagens

  • Não polui o meio ambiente 

Em um mundo onde existem pessoas que têm um pouco de consciência e pensam no ambiente, impulsionam cada vez mais pessoas o fato dos veículos movidos a hidrogênio não emitirem poluentes na atmosfera é sem dúvidas, uma de suas maiores vantagens. 

Mas vale destacar que mesmo que esse tipo de automóvel não provoque poluentes, os processos utilizados para obter o hidrogênio fazem parte de outras energias, o que acaba causando algum tipo de poluição.

  • Abastecimento rápido e prático

Uma outra vantagem é a agilidade com que é feito o abastecimento desses veículos, muito mais eficaz do que o que ocorre com os automóveis elétricos, por exemplo. Em cerca de cinco minutos eles já ficam completamente carregados, sendo um processo apenas um pouco mais demorado do que os carros movidos a gasolina, que são reabastecidos em cerca de dois minutos.

  • Autonomia

A autonomia é outro diferencial que merece ser mencionado entre os automóveis movidos a hidrogênio e os de origem elétrica. 

Os modelos mais modernos de carros que utilizam o hidrogênio já estão apresentando uma autonomia de aproximadamente 600 km até que necessitam ser abastecidos novamente. 

Além disso, a expectativa é de que essa autonomia continue sendo melhorada a cada dia e alcance números ainda melhores.

Desvantagens

  •  Limitações na rede de abastecimento

Uma das desvantagens de quem pretende adquirir um veículo movido a hidrogênio é a falta de uma rede ampla de abastecimento.

A escassez de estações dedicadas ao abastecimento de hidrogênio é um cenário triste, mas é a realidade atual.

Há conversas de que isso pode  mudar nos próximos anos, mas nos dias de hoje esse é um fato que os condutores mais esperam.

  • Custos dessa tecnologia

Em primeiro lugar, os custos com essa produção são mais altos, em função da célula de combustível. 

Os valores do hidrogênio também não são tão acessíveis assim, e isso faz com que o reabastecimento acabe sendo mais caro do que os valores atuais aplicados para veículos movidos a gasolina. 

Como contratar ou como adicionar em seu próprio carro

Existe algumas empresas que na internet que criaram alguns aparece-los que você mesmo pode adicionar em seu carro.

Já Outra empresas, você pode levar o carro até a oficina que eles colocam o aparelho em seu carro, e configura para rodar somente com agua.

Caso que você queira saber mais sobre os Carros movidos a agua entre em contato conosco.

COMO ADQUIRIR O CARRO A ÁGUA 

O que fazer quando eu devo um fornecedor 

A ação de realizar bem uma negociação é uma das características mais importantes para lidar com fornecedores, para manter um gerenciamento de compras competente e assertiva. Essa habilidade é essencial para o bom funcionamento produtivo do negócio, possibilitando efetuar uma gerência financeira com maior equilíbrio.

Ter um bom relacionamento com o fornecedor de confiança, tornará a empresa mais valorizada, confiável e competitiva no mercado, diante de sua concorrência, tornando uma relação de parceria e lealdade entre fornecedor e empreendedor. O que só trará benefícios de vendas e crescimento do empreendimento. 

Existem diversas categorias de fornecedores e de variados produtos, basta apenas escolher o nicho do seu empreendimento. Como já descrito, ter um bom relacionamento com o fornecedor trará muitos benefícios, principalmente em momentos mais delicados ou de imprevistos, como uma dívida em débito. 

Dependendo do fornecedor, as dívidas pendentes podem ser uma grande dor de cabeça, pois em algumas empresas de variados produtos, não existem tantas opções pacíficas de acordo de quitar as dívidas. Mas, por outro lado, existem empresas que trabalham com alguns meios mais tranquilos para o empreendedor quitar as despesas.

Como negociar uma dívida? 

Se você é empreendedor, e é parceiro ou filiado de alguma empresa, seja de mais variados tipos, desde fornecedora de peças para automóveis até fornecedora de produtos de beleza, o que é bem recorrente aqui no Brasil. Muitas pessoas que são revendedoras de determinadas marcas, por falta de administração, acabam se endividando.

Boletos atrasados, pedidos em débito pendente, cadastro e conta bloqueadas, e por aí vai às dores de cabeça de um empreendedor. Mas é importante saber as informações corretas na hora de acertar as dívidas com a fornecedora, para realizar uma boa administração e um bom trabalho, assim que retornar as atividades. 

As fornecedoras mais flexíveis em acertos de dívidas, são as marcas de produtos de beleza e cosméticos, e coincidentemente, são as mais procuradas pelos revendedores, que por alguns erros ou imprevistos, entram em situações desagradáveis com a empresa. 

Algumas marcas como Avon, Boticário, Eudora, Natura, são consideradas umas das  empresas fornecedoras, mais fáceis de resolver pendências com seus revendedores, elas enxergam a relação de empresa e consultor, uma parceria, não inimigos, por isso se torna tão simples, dependendo da situação. 

Quais as melhores opções de negócios? 

O sistema de quitar as dívidas pendentes, em algumas empresas, são bem semelhantes, como é o caso da, o Boticário e Eudora, e também em demais empresas. Aqui está um guia, de  quais ações serão necessárias para iniciar um processo de quitar as dívidas com a Eudora através do site.

  • Boleto vencido 

Renegociar Boleto Eudora: Primeiro acesse o site da Eudora, logo após digite seu login e senha para acessar.  No menu do site, clique na opção de Pedidos e depois em “2º via do boleto”, clique no boleto que estará localizado ao lado do valor do documento, e atualize. 

Clique em Recalcular que estará no canto direito da tela do site, é preciso que selecione a data que efetuará o pagamento e logo após, clique em um cheque verde, para assim concluir o download da segunda via do boleto.  Feito isso, o revendedor já pode efetuar novos pedidos na empresa.

  • Parcelamento da dívida

Para renegociar os boletos vencidos no site, é preciso que acesse o site de representando Eudora, digite seu login e senha para acessar. No menu inicial do site, selecione a opção “2º via de boleto”, logo após selecione o boleto que deseja quitar e clique em “Renegociação Boleto Eudora”.

É preciso clicar novamente no  boleto que deseja renegociar, escolhendo a quantidade de parcelas para realizar o pagamento, conferir o valor e certificar-se das porcentagens de juros que podem ocorrer durante a negociação.

  • Onde pagar os boletos vencidos

Com a tecnologia atual, é possível realizar pagamentos de boletos vencidos, através de bancos digitais,  com o boleto impresso e em mãos, pode ler o código de barras através da câmera de um celular, ou apenas copiar o número do código de barras e pagar no devido aplicativo. 

Mas também outra forma de realizar pagamentos de boletos Eudora, basta imprimir o boleto, e ir até uma agência bancária, e através dos caixas eletrônicos, fazer a realização do pagamento. É importante se atentar aos valores e principalmente a alguns juros que possam ser cobrados por atraso.

Marketing para transportadora: O que é e Como funciona

Migrar para o meio digital vem sendo uma das formas de estimular o crescimento de uma empresa: em vez dela ser conhecida apenas de forma regional, você pode aumentar o faturamento ao investir no meio nacional de transporte. 

Neste artigo, separamos algumas dicas para quem deseja otimizar o marketing da empresa em poucos passos. Portanto, continue a leitura conosco para saber mais sobre o assunto. 

Tenha um site online

Ter um site online também é contar com um cartão de visitas. Dessa forma, você consegue fazer com que o seu negócio apareça nas buscas do Google e tenha mais acessos. 

Outro ponto interessante é que os usuários também podem optar por criar campanhas em ADS para fazer com que o portal apareça para um público pré determinado e que seja segmentado no assunto. 

Ter um site online também ajuda os internautas a entenderem um pouco mais sobre os preços cobrados e, claro, isso faz com que eles entrem em contato apenas se estiverem interessados em contratar os serviços. 

No entanto, lembre-se que apenas ter um site online não é o suficiente: é necessário praticar o marketing de conteúdo. 

O que é marketing de conteúdo e como começar?

Em suma, o marketing de conteúdo se trata de uma tentativa de fazer com que o seu portal seja conhecido através de textos de blog. Os textos no blog fazem com que a sua marca se torne referência no que faz e, dessa forma, atraia públicos ultra engajados. 

Para começar, é necessário contar com uma aba de blog no portal da sua empresa. Depois disso, você pode fazer a contratação de um redator freelancer que vai tomar conta de toda a criação de postagens otimizadas em SEO. 

  • Você pode escrever para o blog caso queira economizar um pouco mais. No entanto, é mais que necessário estar ciente de que é importante tomar alguns cuidados com essa produção: 
  • O Google não aceita conteúdos plagiados para a monetização com o ADS e até mesmo para o rankeamento de SEO. 
  • É crucial que o seu texto seja coeso e que o leitor consiga entender quais pontos deseja mostrar, os pontos positivos e negativos. 
  • Use sempre palavras de transição para facilitar a leitura como portanto, entretanto, mas, sendo assim, logo e outras. 
  • Os textos devem ter regras de SEO aplicadas. Não apenas os textos mas também todas as páginas do seu portal. As técnicas de SEO se tratam do uso correto de palavras chaves e secundárias para o rankeamento. 

Redes sociais

Investir em redes sociais também é outro ponto essencial para o marketing da transportadora visto que mais de um bilhão de pessoas no mundo estão somente no Facebook e no Instagram. 

 

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui com a gente para que possamos te ajudar mais em relação a SEO e criação de sites para otimizar o marketing digital da sua transportadora. 

América do Norte: O que fazer e melhores lugares

A América do Norte é um dos continentes mais visitados no mundo todo, isso, afinal, toda a região oferece uma grande variedade de atrações para todas as idades, gostos e bolsos. Diferentes de outros continentes, a América do Norte não reúne tantos países, mas o que ela abriga, são de grande extensão territorial.

É formada basicamente por países como Canadá, Estados Unidos da América, e México, contendo inúmeras cidades de diferentes tipos, consideradas metrópoles de referência mundial. Além desses três países, existem outros territórios que integram a América, como a Groenlândia, território dinamarquês.

Por conter um  território extenso e com relevo acidentado, o clima na América do Norte é muito variado, dividido entre polar, desértico, subtropical, tropical  e temperado. Nas regiões mais ao norte, o clima é mais polar, com invernos intensos e o verão mais curto, com temperaturas não tão altas ao decorrer da estação. 

Nas regiões mais centrais e também mais ao sul, o clima é subtropical e tropical, porém em algumas partes mais ao norte dos Estados Unidos, o verão é considerado quente e úmido, porém no inverno, as temperaturas caem e ficam em -5ºC.  A fronteira que divide com o México é predominantemente quente, devido áreas desérticas.  

Pontos turísticos da América do Norte  

Nos três países que dividem a América do Norte, cada um deles abriga diversas atrações turísticas para os mais variados gostos, o Canadá tem pontos turísticos bem diferentes dos Estados Unidos e México. 

Desde belíssimas riquezas naturais, com diversas florestas, praias paradisíacas, lugares propícios para aventuras no verão e no inverno, principalmente para aqueles que curtem uma boa adrenalina. 

  • Cidade do México 

Uma das  maiores capitais do mundo, a Cidade do México é um berço da civilização asteca e também é rica em cultura. É possível encontrar palácios, monumentos e museus. Na capital também é possível encontrar as ruínas de Teotihuacán, com pirâmides de quase 70 metros de altura. 

Cidade cheia de uma belíssima arquitetura, repleta de atrativos turísticos, rica em natureza, e também conta um com museu da Frida Khalo. Diversas igrejas de séculos atrás ainda funcionam na cidade, se tornando belos edifícios a se apreciar.  

  • Nova York

Nova York é a maior cidade do mundo, e está localizada nos Estados Unidos, e nela existem diversos lugares e pontos para se explorar. A cidade nasceu há quase cinco séculos atrás, sendo atualmente, referência para o mundo todo. Visitantes de toda parte, anseiam conhecer as maravilhas da cidade. 

A cidade abriga alguns pontos mais visitados como, a Estátua da Liberdade, o Central Parque, sendo uma imensa  área verde na metrópole, Empire State, entre outros. A região da (Broadway) tem muitos teatros famosos, Nova York também conta com museus, Museu da Arte Moderna e o Metropolitan. 

  • Ottawa 

Localizada na província de Ontário, Ottawa é a capital do Canadá, fazendo fronteira com os Estados Unidos, a cidade é uma das maiores do país e um dos melhores municípios canadenses para viver, por ter uma estrutura moderna, índice alto de ensino e uma ótima economia. 

A cidade conta com arte, museus históricos como Canadian War Museum, que relata as histórias de guerra que o país já teve, com mais de dez mil artigos detalhando os acontecimentos, também conta com a National Gallery com cinquenta mil obras, entre esculturas e quadros históricos. 

  • Cancún

Cancún está localizada no sudeste do México, no estado de Quintana Roo, um dos principais pontos turísticos do Caribe. A região vive do turismo e se destaca pelo mar incrivelmente azul, com muitas opções de passeio. Cancún abriga incríveis hotéis, com uma estrutura moderna.

Entre as diversas praias, piscinas naturais, o local também é rico em história, gastronomia típica, parques aquáticos, vida noturna, compras das mais variadas, e diversão para todas as idades. Um destino perfeito para aqueles que curtam a natureza e usufruir dos seus encantos. 

  • Las Vegas

Localizada no estado da Nevada, no meio do deserto, está a tão famosa Las Vegas, conhecida como a “cidade do pecado” por existirem diversas leis liberais em questões de comportamento e eventos, muitos turistas do mundo todo anseiam uma viagem para conhecer essa bela cidade dos Estados Unidos.

Além dos Diversos cassinos em que a cidade é conhecida, existem alguns pontos que vale a pena conhecer, como as Fontes de Bellagio, Red Rock Canyo, a avenida Las Vegas Strip, a rua Fremont Street, High Roller Las Vegas que é uma cabine muito buscada por turistas, pela bela visão da cidade.

Como evitar o efeito manada na minha empresa? 

Quer entender um pouco mais sobre como ocorre o “comportamento de manada” na sua empresa e aprender como evitá-lo o máximo possível? Então, venha neste texto, pois aqui você, como gestor, saberá como liderar a sua equipe sem desmotivá-la e ainda vai conseguir reduzir os índices de turnover. Venha com a gente!

Como as pessoas podem ter uma tendência de repetir padrões de comportamentos impostos por um grupo, seja conscientemente, seja inconscientemente, o efeito manada pode ocorrer bastante nos ambientes de trabalho. No entanto, esse efeito pode ser nocivo para a cultura organizacional de uma empresa e atrapalhar os resultados almejados por ela, assim como o seu crescimento e consolidação no mercado.

Essa ação involuntária pode refletir um comportamento indesejado de um colaborador para a obtenção do resultado principal para um negócio, o que acaba contribuindo para que ocorra muitas vezes o turnover involuntário, por exemplo.

Esse acúmulo de demissões motivadas pela organização é extremamente danoso para a sobrevivência de uma empresa no mercado de trabalho.

Além disso, a constante frequência desse comportamento de manada na sua empresa pode indicar uma quebra na confiança da equipe em relação aos gestores dela. Segundo uma pesquisa feita na década de 1990 pela professora de administração de empresas, Amy Edmondson, esse efeito é decorrente da falta de segurança psicológica no trabalho.

Esse conceito, que iremos trabalhar melhor mais adiante, é importantíssimo para deixar os colaboradores mais motivados para trabalhar e inovar com segurança. Um dos pilares desse termo é que o erro é parte do processo criativo e que sem ele não há como uma equipe crescer e se motivar.

Portanto, será desse modo que iremos tratar sobre como você pode minimizar e evitar o comportamento de manada dentro da sua companhia.

Falaremos sobre a sua origem, indícios de sua manifestação no trabalho, além de dicas de como deixar os seus colaboradores mais tranquilos e confiantes em seguir trabalhando na sua empresa. Boa leitura!

O que é o efeito manada?

O efeito manada, antes de tudo, é um resultado de um comportamento social. Como todos os seres humanos convivem em sociedade, acaba sendo natural que cada indivíduo tenha um senso de comunidade e, em consequência disso, tome atitudes diferentes das que tomaria se não estivesse em grupo.

Existe um estudo  feito pelo matemático norte-americano Steven Strogatz, da Universidade de Cornell, o qual determina a ocorrência desse efeito através de uma Força de Sincronização.

Segundo ele, essa força seria explicada por uma tendência do agrupamento dos átomos, o que refletiria em uma organização natural inerente a todo o Universo.

Dessa forma, esse comportamento, do ponto de vista geral, pode até ser bem visto, já que é bastante utilizado em situações que indicam perigo para uma espécie, isso claro num contexto biológico. No entanto, o efeito manada em muitos casos pode ser prejudicial, principalmente num contexto de trabalho.

Isso porque as tomadas de decisão baseadas nesse efeito manada geralmente são feitas pelo impulso, sem qualquer tipo de reflexão cuidadosa sobre os desdobramentos de suas ações. Desse modo, tanto empresas quanto pessoas deverão ter pensamentos mais alinhados para que um negócio deslanche de vez.

Quais são os comportamentos de manada?

Os comportamentos de manada podem ocorrer em diversos níveis em uma empresa. Uma situação bem comum é aquela quando um funcionário é chamado à atenção pelo seu superior por ter chegado atrasado na empresa, mas mesmo assim acha ruim e se sente desmotivado, porque muita gente faz o mesmo, mas ninguém intervém.

Outra atitude mais clássica do efeito manada pode ocorrer quando a um funcionário é delegada uma função, mas rapidamente ele começa a procrastinar e enrolar nas atividades, saindo mais cedo do que o previsto.

Além desse, um caso típico de efeito manada é quando ocorre um brainstorm com todos os colaboradores de um setor para a sugestão de uma ideia. Uma pessoa a sugere, mas alguém nota alguns defeitos nela, mas pela pressão da maioria que a aprovou, o funcionário acaba não intervindo. Essa omissão, num futuro mais distante, pode ser prejudicial à companhia, por exemplo.

Dicas para evitar o comportamento de manada na sua empresa

Em todos os casos acima, pode-se perceber que esse comportamento, embora seja de manada, possui uma mentalidade mais individualista.

Cada situação acima provém de um funcionário que se vê desmotivado, seja para propor ideias, seja para avisar algo errado, seja cumprir as suas funções, porque ir contra a maioria de um grupo parece desafiador.

No entanto, essas ações podem ser contornáveis principalmente por algumas dicas que iremos deixar aqui para que seus colaboradores deixem de vez o comportamento de manada na sua empresa. Veja algumas!

1.    Deixe claro os objetivos e metas para a sua equipe

Segundo a Rock Content, deixar claro os objetivos e metas para a sua equipe dificulta bastante a ocorrência de efeito manada. Isso, porque deixará as pessoas mais certas sobre o que estão fazendo, já que estarão seguindo um planejamento estratégico.

Desse modo, a ocorrência de efeito manada nesse tipo de ambiente mais organizado, com metas mais objetivas e claras, diminui drasticamente entre os funcionários.

2.    Trabalhe a segurança psicológica da sua equipe

Em matéria do jornal 140, uma pesquisa coordenada pelo Google, em 2015, para descobrir os motivos pelos quais uma equipe se sai bem ou não numa empresa. O projeto Aristóteles, nome dado à pesquisa desenvolvida pela empresa norte-americana, investigou mais de 250 atributos.

Segundo a pesquisa, o fator de segurança psicológica foi o mais relevante para que uma equipe tenha resultados melhores do que outra. Esse conceito criado pela professora de administração de empresas, Amy Edmondson, incide na “crença compartilhada entre os membros de uma equipe de que o ambiente é seguro para assumir riscos nas relações interpessoais”, salienta a matéria.

Já que, ninguém gosta de se sentir desconfortável em um ambiente de trabalho, principalmente, de expor as suas próprias fraquezas.

Desse modo, uma empresa cujo ambiente mais propenso a uma abertura maior de ideias entre funcionários e da aceitação do erro como parte do processo, tende a ter maior êxito em seu trabalho, além de aumentar a produtividade dos colaboradores, pois estes não têm medo de se expor.

3.    Diversifique o perfil dos seus colaboradores

Quanto mais diverso for o perfil dos seus colaboradores, menores são as tendências de um efeito manado ocorrer na sua empresa.

Aliadas à filosofia de segurança psicológica, as contratações feitas deverão respeitar as individualidades de cada possível funcionário, pois isso dará a sua empresa uma maior pluralidade de idéias para que um trabalho se desenvolva da melhor forma possível.

Além de paralisar o efeito manada, essa diversidade fará com que sua empresa se torne cada vez mais dinâmica no mercado, já que o debate e o conflito de ideias dentro de uma mesma equipe podem ser positivas para o crescimento e amadurecimento de um projeto desempenhado por ela.

Gostou das nossas dicas? Diga nos comentários se já aplicou alguma? Até a próxima!

Ou ainda: Como evitar o “comportamento de manada” dentro de uma empresa!

Aqui daria um excelente feature.

https://static.squarespace.com/static/5436e695e4b07f1e91b30155/t/54725c1be4b00008d79a59d6/1416780827773/synchronization-of-pulse-coupled-biological-oscillators.pdf

Tentei fazer algo diferente para fechar o artigo, depois me diz se gostou.

Em cada etiqueta de preço, existem juros embutidos. Como comprar melhor?

A cultura brasileira é a da compra parcelada e consequentemente a do pagamento de juros,  os bancos brasileiros são os mais lucrativos do mundo por conta da nossa tendência a comprar produtos parcelados. Praticamente tudo no Brasil pode ser parcelado, até mesmo impostos e multas de trânsito.

 

Para quem já tem um certo tempo de experiência de vida, é mais fácil perceber como  cresceu a aplicação de juros em todos os preços de produtos e serviços nos últimos anos,  o motor da economia brasileira é o juros, talvez este fato explique por si só, o tamanho do lucro e a saúde financeira dos bancos nacionais.

 

Praticamente qualquer coisa pode ser comprada de forma parcelada,  quem trabalha no comércio ou no setor de vendas sabe muito bem que para se obter um volume de vendas consistente é necessário parcelar o custo do item a ser vendido, em muitas parcelas.

 

A necessidade de providenciar um certo volume de vendas diário aliada ao interesse dos bancos em parcelar as compras criou uma verdadeira cultura nacional pela compra parcelada,  então em cada etiqueta de preço existe uma taxa de juros embutida, e mesmo quando a pessoa faz um pagamento à vista, acaba pagando juros.

 

Todas as etiquetas de preço, de todos os produtos, vendidos no Brasil já tem uma taxa de juros calculada,  na média o juros embutido na taxa de preço é 25% do preço do item,  justamente porque as pessoas costumam parcelar tudo em pelo menos 12 vezes.

O que significa juros?

Segundo a wikipedia, juro é a remuneração cobrada pelo empréstimo de dinheiro. É expresso como um percentual sobre o valor emprestado (taxa de juro) e pode ser calculado de duas formas: juros simples ou juros compostos.

 

O juro pode ser compreendido como uma espécie de “aluguel” de dinheiro. A taxa é uma compensação paga pelo tomador do empréstimo para ter o direito de usar o dinheiro até o dia do pagamento. O credor, por outro lado, recebe uma compensação por não poder usar esse dinheiro até o dia do pagamento e por correr o risco de não receber o dinheiro de volta (risco de inadimplência).

 

Logo, todo e qualquer preço onde se avista que pode ser pago em parcelas, significa que neste preço, por óbvio, já está lançado os juros. E por conta da nossa cultura de parcelamento de produtos, que mesmo quando você quer pagar à vista, você não consegue um desconto proporcional, o próprio sistema de vendas da loja impede de você comprar à vista, com desconto proporcional.

Juros em serviços: Como comprar melhor

No caso do comércio de serviços, também já possuem taxa de juros embutida em seus preços. Eu procurei mais informações junto às transportadoras como exemplo para ilustrar este texto,  e observei que serviços de transportes também podem ter o seu custo parcelado, como no caso do serviço de transporte de veículos.  

 

Neste caso, itens de serviço com maior valor agregado podem ser parcelados em até 24 vezes,  justamente para incentivar o cliente a fazer a sua compra imediatamente. Observei a mesma questão do parcelamento e do juros, sendo trabalhada em outros tipos de serviços de transportes como o caso de transporte de mudanças brasília .

A Cultura, como máquina de venda de juros.

Para quem já viajou para outros países é mais fácil observar a nossa cultura do parcelamento, é muito mais raro obter itens com pagamento parcelado no exterior, mas o sistema financeiro do Brasil vem trabalhando para exportar esta cultura do parcelamento para outros países.

 

Situação esta que acaba transformando cada lojista que existe, em um funcionário do banco, trabalhando de graça para o sistema financeiro, vendendo juros, das mais variadas formas possíveis e imagináveis. Uma das  principais missões de quem trabalha numa agência bancária é vender dinheiro,  é para isso que serve o gerente do banco,  mas ele recebe um salário por esse serviço.

 

Já o simples comerciante, este sim, trabalha de graça para o banco vendendo juros os produtos que comercializa.

É possível se livrar dos juros?

Possível é, mas dá muito trabalho.  Em tempos de economia digital e compras feitas por intermédio de aplicativos, a cobrança de juros em cada item comprado online é líquida e certa. Não existe nenhum espaço de negociação, a automação no processo comercial praticamente extinguiu a compra à vista.

 

Só é possível comprar à vista, sem juros, das Micro e Pequenas Empresas, que por um motivo ou por outro fazem ainda um atendimento personalizado a seus clientes. Quanto mais automatizado for o processo comercial, mais juros embutidos são lançados.

 

Praticamente não existe nenhum sistema de gestão financeira ou de vendas pela internet que não calcule o juros automaticamente quando os preços são lançados na plataforma,  desconfio sem provas, de que o desenvolvimento desses softwares de gestão comercial são financiados também pelo sistema financeiro nacional.

Economia digital: Automatiza a cobrança de juros e de impostos

A economia digital não automatiza apenas o processo de compras,  mas também todo o interesse da cadeia econômica,  incluindo a cobrança de juros.  O governo vem se esforçando e investindo muito, para otimizar a economia digital, porque além dos juros cobrado automaticamente os impostos também o são, seguindo o mesmo ritmo,  reduzindo muito a evasão fiscal. Ponto para o governo. 

 

Ronaldo Luis Gonçalves

Pai, Marido, Escritor, Engenheiro de Software, Empreendedor Digital atuando no mercado de marketing digital, é também mantenedor de diversos sites na internet.

Benefícios para sua marca ao contratar uma assessoria de imprensa

Como ter o nome da minha empresa em jornais  ou na televisão?

Toda marca de fato precisa se comunicar, não importa o tamanho da empresa, seja ela pequena ou grande.

Ela precisa de passar informações, seja de algo novo que aconteceu na empresa, um produto novo que será lançado, um aniversário, mas isso não é uma tarefa fácil.

Para facilitar esse trabalho, hoje as empresas podem contar com um serviço de assessoria de imprensa, para melhorar a maneira que a empresa se comunica e trazer resultados positivos.

O que é e para que serve assessoria de imprensa

O que é assessoria de imprensa?

Assessoria de imprensa é uma área que visa desenvolver uma boa relação com canais de informação e então gerar mídia espontânea para a marca, ou seja, divulgar notícias relevantes sobre alguém ou uma marca sem a necessidade de pagar pela publicação.

A assessoria de imprensa é muito utilizada na divulgação de produtos e eventos, ela também é fundamental no gerenciamento de crises.

Ela é uma das atividades do meio de comunicação de uma empresa ou marca, e seu principal objetivo é  buscar por mídia espontânea a partir de um bom relacionamento com pessoas que criam conteúdo ou uma marca para veículos de comunicação.

Ela também pode ser empregada para diminuir ou evitar críticas desenvolvidas pela mídia, em relação ao seu cliente, o que pode causar um dano, pois ele necessita ter uma boa imagem frente ao público para conseguir desenvolver conteúdos e conseguir seguidores.

É aí que entra a assessoria de imprensa também, para o gerenciamento de crises.

Para que serve a assessoria de imprensa? 

Podemos dizer que a principal função da assessoria de imprensa é cuidar da comunicação de um cliente ou empresa, desenvolvendo notícias relevantes para fazer com que o cliente seja visto pela mídia, causando uma boa impressão, promovendo visibilidade para a marca e fortalecendo sua imagem. 

Para isso, é fundamental que o assessor conheça muito bem, tudo que seja relacionado ao negócio da empresa ou de uma pessoa.

Isso inclui não apenas suas atividades e projetos, mas também seus pontos fortes e fracos, seu histórico, seus concorrentes, suas propostas e a situação real de seu mercado de atuação.

Seu trabalho é desenvolver estratégias para que seu cliente seja notado, por isso, o assessor analisa quais são os meios de comunicação mais relevantes para o perfil do negócio do seu cliente, e então sai em busca de oportunidades para a divulgação em cada um deles.

Quais os benefícios para as empresas ao contratar uma assessoria de imprensa?

Um dos benefícios para as empresas que contratam os serviços de assessoria de imprensa, está o aumento de visibilidade da marca em matérias de jornais, pois qualquer tipo de negócio seja pequeno ou grande, precisa estar nas mídias sociais, as pessoas precisam conhecer o seu negócio.

Listamos aqui 11 benefícios que a assessoria de imprensa gera para a  marca ou empresa:

  • Sua marca nos meios de comunicação
  • Produtos e serviços relevantes se tornam notícias
  • Planejamento
  • Fortalecimento da marca
  • Seja destaque na sua área de atuação
  • Relacionamento com a imprensa
  • Melhora o posicionamento do seu site nos buscadores 
  • Aumenta as ações de marketing
  • Produção de conteúdo para divulgação
  • Gerenciamento de crises
  • Treinamento para dar entrevistas

Não é possível afirmar com certeza o tempo que leva para que você tenha o retorno do investimento em assessoria de imprensa. 

Esse tempo vai depender de várias situações, como por exemplo: a marca já é conhecida pelo público? Logo no início da contratação da assessoria, a empresa precisa identificar se já possui informações para divulgação de lançamento de algum produto ou se o assessor precisará fazer uma análise mais detalhada no negócio para entender o que pode virar uma notícia relevante.

De modo geral, é possível dizer que o investimento em assessoria de imprensa tem resultados a médio e longo prazo, assim como na construção da marca ou da sua imagem. 

O fato é que quanto mais cedo o trabalho começa a ser feito, mais rápido bons frutos virão.

 

Obrigado por ter lido nosso artigo até aqui. 

Conheça também a www.drinteligente.com.br/ que vende remédio para concentração a muitos anos, e feito história.