Pular para o conteúdo

Pneus X Gasolina: Mudar o tamanho das rodas dos pneus pode piorar o consumo de combustível?

    tamanho das rodas dos pneus pode piorar o consumo de combustível

    Leia este artigo até o final e você aprenderá sobre Pneus X Gasolina: Mudar o tamanho das rodas dos pneus pode piorar o consumo de combustível.

    Você sabia que um pneu desgastado pode fazer você gastar mais gasolina? O desgaste significa que o padrão do piso do pneu perdeu profundidade. Esse desgaste geralmente também se traduz em maior resistência ao rolamento por parte da roda. Você pode notar que o carro aumenta o consumo de combustível.

    No entanto, esse efeito depende muito da qualidade dos pneus, pois nem todas as marcas se comportam da mesma forma. Existem marcas de pneus que perdem a capacidade de aderência com o desgaste da banda de rodagem. Encontre os melhores pneus em goiânia clicando aqui.

    Parte do combustível que seu carro consome é usado para superar a resistência ao rolamento. Especificamente, 35% da energia gerada pelo motor é investida exclusivamente na superação da resistência ao rolamento. Quando o pneu perde aderência devido ao desgaste, esse consumo pode chegar a até 50%. É por esta razão que recomendamos que escolha comprar pneus de alta qualidade como os das marcas Michelin, Continental, Goodyear, Pirelli, Dunlop…

    Mudar o tamanho das rodas dos pneus pode piorar o consumo de combustível?

    Confira neste artigo 9 motivos para seu carro estar consumindo mais combustível que o habitual:

    1. Tipo de condução:

    Pode ser o fator mais determinante. A condução agressiva com múltiplas travagens, acelerações e mudanças constantes de ritmo irá deteriorar consideravelmente o estado dos seus pneus. Tente dirigir com suavidade, pois além de aumentar sua vida útil e evitar que tenha que comprar pneus novos, você economiza grandes quantidades de combustível.

    2. Use a pressão certa:

    É outro dos fatores mais importantes. Devemos ter em mente que uma pressão excessiva causará maior desgaste na parte central, enquanto uma pressão muito baixa o fará na parte externa.

    Em ambos os casos, devido ao desgaste irregular, a superfície de contato será reduzida, diminuindo a aderência, aumentando a distância de frenagem e piorando a segurança, além de reduzir a vida útil do pneu. Para um menor desgaste é importante também adaptar a pressão à carga transportada pelo veículo.

    3. Geometria dos eixos:

    Um ajuste incorreto na geometria dos eixos, geralmente proveniente de desalinhamentos na suspensão, pode causar desgaste desigual nas rodas. Você pode resolver esse problema fazendo uma manutenção no mecânico, o que evitará que eles se deteriorem em até 4 vezes mais.

    4. Rodízio de pneus:

    Recomenda-se o rodízio dos pneus do seu veículo a cada 10.000 ou 15.000 km, dessa forma você evita ter que comprar pneus novos em um curto período de tempo. Em caso de desgaste irregular, é importante observar como o desgaste ocorreu, pois ele ocorre de forma diferente em cada veículo, e realizar o rodízio com base nele.

    5. Evite curvas fortes:

    Se ao fazer uma curva traçarmos uma trajetória menos forçada, reduzimos consideravelmente o desgaste na parte externa da banda de rodagem. Isso também reduzirá o consumo de combustível.

    6. Batidas ou arranhões:

    Parece óbvio, mas em muitos casos podemos evitar esse tipo de situação prestando mais atenção à nossa condução. Por exemplo, ao estacionar, podemos evitar que os pneus rodem no asfalto ou fiquem “apertados”. Esses pequenos detalhes podem acabar levando a problemas internos que reduzirão consideravelmente sua vida útil.

    7. Válvulas e tampas:

    Além da estética da roda, as tampas protegem a válvula da entrada de poeira ou sujeira. Certifique-se de que eles estão no lugar e, se não estiverem, cuide para obter novos.

    8. Tipo de estrada:

    Finalmente, o tipo de estrada que você frequenta também é importante. Se você costuma dirigir em terrenos acidentados e montanhosos, seus pneus se desgastam até 5 vezes mais. Da mesma forma que não é o mesmo dirigir na cidade do que na estrada, pois o tipo de condução em uma e na outra é muito diferente.

    9. Freios e amortecedores:

    Amortecedores em mau estado causam desgaste irregular dos pneus que aumenta a distância de frenagem e piora a segurança e reduz a vida útil do pneu. Algo semelhante acontece com os freios. Se os freios travarem, pode ocorrer desgaste localizado que piora a segurança e reduz a vida útil do pneu.

    Resumindo, recomenda-se verificar o estado dos seus pneus com frequência, pelo menos uma vez por mês e antes de sair em viagem. Dessa forma, você evitará sustos desnecessários e poderá garantir que eles estejam se desgastando como deveriam.

    Lembre-se também de observar a suspensão do seu veículo e dirigir com suavidade. Desta forma, você não apenas prolongará sua vida útil, mas também ganhará combustível e, o mais importante, sua segurança e a de seus entes queridos.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.