Pular para o conteúdo

Carro parado: 4 cuidados para ter

    carro parado

    Deixar o carro parado por muito tempo pode trazer alguns problemas para o veículo, principalmente se não houver nenhum tipo de uso ou nem mesmo ligá-lo durante alguns minutos do dia.

    Isso tem acontecido com muitas pessoas por conta do aumento do home office, pois quem estava acostumado a dirigir todos os dias, trabalhando em casa, mantém o carro mais tempo na garagem.

    Mas, mesmo que você realmente não esteja usando o automóvel, não significa que está tudo bem com ele ou que nem mesmo precise de uma boa revisão.

    A manutenção também é importante nessas circunstâncias, afinal, carro nenhum nasceu para ficar parado.

    Só que os cuidados vão muito além de higienização interna ou ligar o veículo por alguns minutos. Na verdade, é fundamental tomar cuidado com outros pontos, caso contrário, o veículo pode ser danificado de muitas maneiras.

    Mesmo que esteja parado, o carro vai se desgastar e é papel do proprietário saber o que fazer para preservá-lo nessas condições.

    Pensando nisso, vamos mostrar os problemas que um carro parado pode desenvolver, por que eles aparecem e como cuidar de um veículo que está parado há muito tempo. 

    Problemas que um carro parado pode desenvolver

    Carros parados há muito tempo podem desenvolver uma série de problemas, e é importante saber quais são eles antes de levar o veículo para uma revisão.

    Uso reduzido não preserva o automóvel, visto que muitas peças podem continuar se desgastando, e dentre os principais problemas estão:

    • Desgaste da bateria;
    • Sistema de combustível;
    • Pneus;
    • Fluidos;
    • Correias;
    • Filtros.

    Quando o carro é utilizado normalmente, a bateria costuma durar entre 2 e 3 anos, mas se ele ficar muito tempo parado, ela pode perder carga e perder totalmente a utilidade em um ano.

    Contratar uma empresa impermeabilização estofados para o seu veículo é importante para preservar os bancos, mas esses não são os únicos pontos de atenção.

    O sistema de combustível também pode ser impactado se o automóvel ficar parado por muito tempo, por isso, o material envelhece e pode eliminar resíduos que se prendem a diferentes partes do sistema de alimentação.

    Isso prejudica seu fluxo e causa entupimentos, mas evitar essa situação é muito simples. Basta ligar o carro por cerca de 20 minutos durante a semana, na área externa.

    Os veículos são fundamentais para a locomoção do carro, mas se ficarem muito tempo na mesma posição, podem se deformar e perder pressão.

    Antes de tirar o carro da garagem, caso ele tenha permanecido lá por muito tempo, verifique a pressão e o estado dos pneus.

    Se você deixar o veículo parado por muito tempo a partir de agora, faça uma revisão geral, incluindo o ar condicionado central, e calibre os pneus, conforme as orientações do fabricante.

    O óleo lubrificante não vai se contaminar durante o período em que o carro ficar parado, porém, sua composição pode ser alterada. 

    Portanto, é muito importante verificar o nível de óleo no sistema e saber qual é a data de vencimento do produto.

    O fluido dos freios também pode sofrer alterações, visto que absorve a água proveniente da umidade do local. O ideal é verificar o funcionamento dos freios e a validade do óleo.

    A correia é uma parte importante do sistema de sincronismo do motor, por isso precisam estar sempre bem conservadas. 

    Contudo, podem sofrer desgastes naturais que as ressecam e as fragilizam.

    Enquanto o carro estiver parado, é muito importante revisar as correias para evitar esse tipo de problema.

    Por fim, todos os filtros do carro, como ar, combustível e óleo precisam estar em perfeitas condições para manter os sistemas do veículo sempre limpos, mas enquanto o veículo estiver parado, eles também acumulam sujeira.

    Procure retirá-los para fazer a limpeza, caso contrário, podem sofrer um desgaste prematuro e necessitar de troca.

    Por que esses problemas aparecem?

    O carro usado por pessoas ou empresas, como no caso de um fabricante de etiqueta adesiva vinil personalizada, pode desenvolver muitos problemas se ficar muito tempo parado, como vimos anteriormente.

    Isso acontece porque o tempo para gastar combustível e atingir uma boa quilometragem faz com que os líquidos envelheçam e afetem os mecanismos do automóvel.

    Por conta disso, o automóvel pode precisar de manutenções mais frequentes. O ideal é que os proprietários utilizem o carro alguns dias na semana para percorrer de, pelo menos, 10 km.

    Uma corrida inferior a isso não deixa o motor atingir a temperatura ideal, o que pode contaminar o óleo. E quanto aos carros que rodam poucos dias por semana ou por mês, podem sofrer com problemas de arrefecimento.

    A bateria pode ser prejudicada porque mesmo que o carro esteja desligado, vai continuar consumindo sua energia, principalmente, os modelos mais modernos, pois possuem muitos dispositivos eletrônicos.

    Além de cuidar da higiene por meio de lavagem carpete, é muito importante usar o combustível dentro do carro porque, após um mês, ele pode perder suas características e entupir os bicos injetores.

    A boa notícia é que existem várias maneiras de cuidar de um carro que vai ficar muito tempo parado, evitando prejuízos maiores no futuro.

    Como cuidar de um carro parado

    Se o seu carro está parado ou vai deixá-lo nessa situação por muito tempo, existem alguns cuidados indispensáveis para mantê-lo sempre em boas condições. 

    1. Manter o automóvel sempre limpo

    A limpeza e higiene do carro são importantes em qualquer situação, estando ele parado ou não, e essa limpeza é tanto interna quanto externa.

    Para preservar bateria carro e outros componentes, além do veículo, o local onde o automóvel está também precisa estar limpo, longe de animais, poeira e exposição ao tempo, pois chuva e sol prejudicam a lataria.

    O automóvel também precisa de limpeza para durar mais tempo e isso também o torna mais seguro para o uso.

    Ligue o carro para esquentar o motor sempre que possível, fazendo passeios pela vizinhança por, pelo menos, 20 minutos. Isso faz com que o óleo e o líquido estejam sempre em boas condições e o motor gera energia suficiente para manter a bateria.

    O ideal é ligar o carro uma vez por semana, pelo menos, pois isso evita que a bateria se descarregue, deixando o motorista na mão quando realmente precisar do carro.

    Outro ponto importante para se atentar é o óleo do motor, pois se o carro passar muito tempo parado, o produto pode perder suas características e lubrificação.

    Da mesma forma, para evitar este problema, procure ligar o carro com certa frequência, além de prestar atenção à validade.

    1. Calibrar os pneus

    Observar várias peças, como amortecedor dianteiro celta, é importante, mas procure observar os pneus do carro, pois devem estar sempre cheios.

    Esse produto é feito de borracha e em seu lado externo existe uma cinta de metal que garante a resistência e as dimensões que o veículo precisa. Se o carro ficar parado muito tempo com o pneu murcho, a cinta pode ser prejudicada.

    Quando o motorista for usar o carro de novo, o pneu estará “quadrado”, o que provoca trepidações, principalmente nos pneus dianteiros, o que acaba por afetar o balanceamento do veículo.

    Para evitar esse problema, a dica é calibrar os pneus quando tirar o carro da garagem por alguns minutos, pois eles voltam às dimensões normais.

    1. Água do combustível e escapamento

    Tanto um carro quanto as motocicletas de uma empresa de entrega com motoboy precisam de cuidados com o nível de água e o escapamento.

    Os motoristas sabem que o álcool usado atualmente tem uma grande quantidade de água, mas a mesma coisa acontece com a gasolina, pois sua fórmula contém álcool.

    Portanto, independentemente do tipo de combustível que você usa, se o carro ficar parado muito tempo, a água pode se concentrar no sistema de escape.

    Isso traz muitos problemas, como a corrosão do abafador do escapamento. Ao longo do tempo, outros danos podem aparecer, como buraco no sistema de escape, e danos ao silenciador e ao catalisador.

    1. Limpar o ar-condicionado

    Por fim, um fabricante de banqueta de inox para balcão deve manter o ar-condicionado de sua frota de veículos sempre em perfeito estado.

    O motorista precisa cuidar desse item porque a capacidade de esfriar o automóvel pode levar umidade aos dutos de ventilação interna.

    Quando isso acontece, acaba se tornando ambiente para a criação de fungos e vários tipos de microrganismos que desencadeiam doenças respiratórias. Assim sendo, procure trocar o filtro do ar ao sentir qualquer odor dentro do carro.

    Considerações finais

    Sendo assim, os veículos foram feitos para circular, mas nem todas as pessoas precisam utilizá-los todos os dias. Mas, a falta de uso pode trazer vários problemas, como vimos ao longo deste artigo.

    Lidar com eles é muito simples e se você não puder fazer isso pessoalmente, peça para que alguém providencie esses cuidados enquanto estiver fora.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Marcações:

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.