Pular para o conteúdo

7 cuidados para ter com seu carro parado

    carro

    Quando tomamos a decisão de comprar um carro, pensamos principalmente na comodidade que ele trará para determinadas situações de emergência ou até mesmo no quesito de liberdade de locomoção, junto ao conforto que o veículo proporciona.

    As razões para comprar um veículo também podem incluir um sonho antigo, maior segurança para se andar pelas ruas, além do prazer por dirigir.

    Contudo, se ter um automóvel requer alguns cuidados que são bastante específicos para veículos, como realizar uma higienização automotiva, que deve ser feita com uma certa periodicidade e utilizando os produtos certos.

    Atenções diárias com um veículo

    Um automóvel exige uma manutenção quase que diária, o que muitos motoristas esquecem ou não têm tempo de fazer. Porém, algumas ações podem acabar sendo importantes para a manutenção e maior durabilidade do veículo, como:

    • Cuidado com o motor;
    • Controle do combustível;
    • Limpeza dos bancos e vidros;
    • Calibração dos pneus;
    • Análise dos freios;
    • Medição do volume de água e de óleo;
    • Avaliação da pintura.

    A parte elétrica, ou seja, o motor, a fiação interna e a bateria devem receber atenção redobrada, especialmente no que se trata de partes como ruídos ou barulhos, o que deixa um lembrete de que as baterias de carro possuem prazo de validade. 

    Ademais, a emissão de muita fumaça saindo do escapamento pode ser um sinal ainda mais emergente de que há algo de estranho ou incomum no funcionamento do veículo.

    A limpeza do carro, tanto interna quanto externa, também é um fator que deve ser levado em conta quando se trata dos cuidados cotidianos. Portanto, a lataria, os vidros e demais componentes do veículo devem estar em dia para melhor manutenção. 

    Até mesmo para ser mais fácil na remoção de sujeiras para que não cause manchas, a limpeza pode ser feita pelo próprio dono do veículo em sua residência, mas caso não tenha tempo ou decida fazer um investimento, pode optar pela ida a um lava-rápido.

    Esses comércios são focados em serviços de higienização de carro completo ou com pacotes à escolha do cliente.

    Além disso, a calibração dos pneus é uma forma de aumentar a sua durabilidade, já que o desgaste ocorre de forma lenta, e por isso, é bom evitar andar com o carro com os pneus baixos. O processo de calibração é simples e não leva muito tempo para ser realizado.

    O combustível de um veículo é algo que requer cautela, não somente por ser um dos componentes que fazem o carro se deslocar, mas também pela qualidade, que deve ser algo considerado para não causar estragos ou fazê-lo parar no meio do caminho.

    O que pode gerar uma multa se o carro parar por falta de combustível. Outra parte importante é que a área do combustível de carro pode acabar contendo sujeiras ou outros tipos de impureza que se tornam prejudiciais ao funcionamento do automóvel.

    Os freios de um carro são uma das partes essenciais das quais deve estar funcionando sem apresentar barulho ou qualquer ruído suspeito, por isso a inspeção deve ser feita diariamente para que não coloque a vida do motorista, passageiros e pedestres em risco.

    A verificação diária da água e do óleo de um veículo também é uma das ações que podem passar batido, contudo, é justamente uma das que mais pode causar problemas no sistema.

    Para evitar acidentes ou até mesmo prolongar a vida das peças, o nível da água deve estar acima do indicado pela sinalização do reservatório do carro e a realização da troca de óleo mais próximo do seu período de validade após a rodagem de determinados quilômetros.

    A manutenção dos vidros deve consistir principalmente na limpeza do para-brisa, já que o desgaste na borracha pode prejudicar o vidro da frente do motorista, não somente com sujeira, mas também o fato de estar riscado ou até mesmo risco de trincagem.

    Os cuidados com a pintura vão além da estética do carro. As áreas que foram desgastadas por conta do excesso de sol podem ser vistas mais facilmente, evitando a oxidação dos metais.

    Ademais, as atenções diárias também podem incluir a maneira como o carro é conduzido.

    Cautelas e prudência durante o trânsito podem melhorar a durabilidade do veículo, da mesma forma que um rastreador via satélite para carros pode trazer alguma segurança. 

    Dicas para cuidar do carro parado

    Manter um veículo parado na garagem ou até mesmo na rua pode ser resultado de muitas situações, desde a falta de orçamento para combustível, atraso no pagamento dos impostos ou simplesmente porque você só o utiliza em algumas ocasiões.

    No entanto, mesmo que o automóvel não circule, é necessário que os cuidados com ele sejam mantidos para que, quando voltar a utilizá-lo, não tenha nenhum problema.

    1 – Ligue o carro periodicamente

    Mesmo que não saia usando o veículo, é importante que ao menos uma vez por semana ele fique ligado por, no máximo, meia hora, o que pode haver variações de tempo entre um modelo de fabricação para outro.

    Isso possibilita uma verificação minuciosa de todo o sistema, para ver se está funcionando sem problemas e não apresenta ruídos.

    Basta apenas deixá-lo no modo marcha lenta e guiá-lo para fora da garagem, para evitar que o monóxido de carbono expelido pelo veículo fique preso dentro de um ambiente fechado, por conta dos riscos que oferece.

    Engate as marchas do carro, ligue o ar-condicionado por poucos minutos (se houver) e ande com o veículo algumas vezes para mover o maquinário e evitar que as peças ressequem.

    2 – Não mantenha o carro abastecido

    Deixar o carro parado e abastecido com tanque cheio por mais de três meses pode ser um problema, independentemente se ele está com gasolina ou etanol, por causa da separação da composição do líquido que o tornará inutilizado.

    Contudo, também não se deve deixar o tanque vazio para que não fique sujeiras no fundo dele que possam causar entupimentos, sendo recomendado que o combustível fique com quantidade mínima para isso não ocorrer, ou então, meio tanque.

    3 – Limpeza e proteção

    Antecipe uma limpeza interna e externa antes de deixá-lo parado por tempo indeterminado, pois a falta de uso pode fazer com que a poeira se intensifique e crie alguns odores. 

    Procure o serviço de higienização de bancos para que o estofado não fique prejudicado, já que por ser uma das partes que mais se utiliza no carro, tem a tendência de ficar sujo com uma maior facilidade.

    O uso de uma capa própria para cobrir o veículo pode ser uma boa solução, mas mantenha-se em alerta, pois em locais quentes, o veículo pode abafar e gerar corrosão.

    4 – Faça a calibração de pneus

    Por estar parado, o peso do veículo pode deixar o pneu com um aspecto quadrado que atrapalha a sua locomoção, por consequência gerando estouros quando o carro for utilizado.

    Então, é recomendável que seja feito o processo de calibração ao menos uma vez por semana, seja em oficinas ou então em postos de gasolina.

    Ou ainda, o carro pode ser colocado em cima de cavaletes para que a preservação do pneu fique ainda melhor, pois a suspensão feita pela peça evita com que o pneu seja achatado.

    5 – Sobre os níveis de óleo

    Um óleo que esteja sendo utilizado no carro a algum tempo e, por conta disto, se encontra velho ou sujo, pode acarretar em problemas ao ligar o automóvel, pois não está mais apto para cumprir a sua função como lubrificante.

    Tendo uma validade que abrange em média cinco ou seis meses no veículo, ao deixá-lo parado, o tempo do produto irá se envelhecer da mesma maneira, como se estivesse sendo usado.

    Com isso, é importante que o óleo seja trocado antes de voltar a rodar pelas ruas.

    6 – Atenção com a bateria

    Assim como o óleo não é preservado com o veículo parado, a bateria pode ser descarregada, já que outras partes do sistema eletrônico ainda estão ativas, como o GPS interno, caso haja um.

    O ideal para que isso não ocorra é a circulação por um dia para que ela seja recarregada pelo alternador do veículo.

    7 – Apólice e impostos

    A limpeza de estofados de carros é importante, mas mesmo que não haja utilização do carro, é essencial que o pagamento de impostos e das apólices de seguros do veículo estejam em dia para a prevenção de acidentes ou de riscos.

    O seguro de um carro pode cobrir várias áreas, dependendo da contratação pelo dono, e embora alguns sejam mais caros, podem ser bem úteis e chegam até mesmo a prestar socorro, caso haja algum problema na bateria ou no sistema elétrico.

    Essas apólices podem incluir mecânica ou convênio com lojas que realizam pequenos reparos que podem ter a possibilidade de serem feitos a domicílio.

    Considerações finais

    Antes de voltar a circular com o carro com a mesma frequência usada antes de deixá-lo parado, é recomendável que o leve até o centro automotivo mais próximo de sua residência para fazer uma vistoria de problemas que podem não ter sido perceptíveis.

    Manter a manutenção do veículo, mesmo que seja com poucas ações diárias, pode fazer a diferença para quando ele voltar a circular pelas ruas.
    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.