Pular para o conteúdo

Carro de garagem: como cuidar bem de um veículo que roda pouco?

garagem

Muita gente acha que um carro de garagem é mais conservado e por não rodar pouco não precisa de tantas manutenções. Só que os veículos foram projetados para rodar e não para ficarem parados.

Na verdade, é necessário haver um equilíbrio entre deixar um carro muito tempo guardado em uma garagem ou rodá-lo muito.

Só que assim como tem pessoas que precisam usar muito o carro, também existem aquelas que nunca precisam dele, mas que gostam de ter em caso de necessidade.

Quando usamos o veículo diariamente, mesmo que seja só para ir até a padaria ou para ir e voltar do trabalho, é necessário cuidar da manutenção, pois quanto mais usamos o carro, mais ele se desgasta.

Em algum momento, será necessário trocar alguma peça, fazer algum ajuste, dentre outras situações comuns com os veículos.

A mesma situação se aplica ao carro de garagem, e às vezes pode ser ainda mais importante, justamente porque ele passa muito tempo parado.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, neste artigo, vamos explicar o que é carro de garagem e listar alguns cuidados importantes com ele.

O que significa “carro de garagem”?

O conceito de carro de garagem se divide entre dois tipos. Um deles é designado aos veículos que passam muito mais tempo guardados na garagem do proprietário do que circulando nas ruas.

Mas, esse termo também se aplica aos veículos antigos, mas que estão tão conservados que não aparentam a idade que tem. Eles não foram usados como os outros de sua época e passaram muito mais tempo guardados.

Algumas pessoas mantêm esses veículos seguros em locais com telas de proteção para janela e outros recursos para evitar a ação do tempo e agentes externos.

Carros de colecionadores também são conhecidos como carros de garagem, só que eles não são utilizados como meio de transporte. Existem até mesmo veículos que se transformam em objetos de decoração.

De qualquer forma, nas feiras de automóveis é muito difícil encontrar os carros de garagem, mas no dia a dia, podemos encontrar algumas raridades desse tipo.

Muitas pessoas compram um carro e não usam por alguma razão. São veículos que passam a vida toda dentro de uma garagem, que rodaram muito pouco e que por isso estão muito bem conservados.

Embora possuam uma estética impecável, veículos que passam tanto tempo parados também precisam de atenção em relação ao seu funcionamento.

Cuidados importantes com carro de garagem

Existem vários motivos que podem fazer uma pessoa ter um carro, mas simplesmente não usá-lo. Dentre os motivos para isso estão:

  • Medo de dirigir;
  • Problemas de saúde;
  • Economia;
  • Estilo de vida.

Independentemente de qual seja o seu motivo, saiba que simplesmente deixar o carro parado por muito tempo não é bom e pode provocar vários problemas em seu funcionamento.

O proprietário pode procurar uma loja de envelopamento de carros para proteger a pintura, mas a grande questão é a parte mecânica. É muito importante cuidar dela para evitar problemas no futuro.

Sem esses cuidados, quando você finalmente resolver usar o carro, pode perceber que seu funcionamento já não é mais o mesmo. E isso acontece tanto com carros novos quanto com carros usados.

Mesmo desligados e sem consumir combustível, os veículos parados na garagem acumulam poeira, desenvolvem manchas na pintura, principalmente, se ficarem expostos ao sol e à chuva e suas peças podem enferrujar.

Mesmo que ele pareça estar tranquilo em um canto, alguns problemas podem surgir, e é necessário evitar essa situação, antes que você precise usar o carro de novo. E dentre os cuidados mais importantes estão:

Fazer pequenos reparos

Aproveite que o carro está preparado para trocar palhetas, fazer a manutenção dos filtros de ar ou trocar o pára-brisa, pois a borracha pode se desgastar quando o carro fica muito tempo parado.

Se uma transportadora de pequenas cargas possui um veículo que está há muito tempo sem uso, também pode checar as lâmpadas para se certificar de que não é necessário substituí-las.

Quem quiser também pode polir os faróis para que eles fiquem mais limpos, corrigir arranhões superficiais, com produtos apropriados, dentre outros pequenos ajustes que fazem toda a diferença.

Fazer a manutenção do freio

As pessoas costumam usar o freio de mão ou o freio de estacionamento para estacionar o carro, mas com o veículo parado por muito tempo, as lonas ficam colocadas no tambor.

Caso seja freio a disco, as pastilhas podem ficar grudadas nele, e isso acontece por conta da umidade que pode se acumular durante o período sem uso.

Assim como é necessário verificar as condições da bateria de carro, o freio também é uma peça extremamente importante. 

Por isso, se você pretende deixar o seu carro muito tempo na garagem, estacione sem puxar o freio de mão.

Só não se esqueça de calçar as rodas para que o carro não se desloque sozinho me provoque algum acidente.

Se o veículo fica estacionado em terreno plano e bem próximo ao portão, não tem problema. Mas, se sua garagem é um pouco mais inclinada, o carro não vai ficar parado.

Se realmente precisar usar o freio de mão, é muito importante consultar um mecânico para verificar a situação da peça quando você quiser usá-lo.

O excesso de umidade também afeta os freios a disco, aumentando a oxidação deles. Essa situação é ainda mais comum aos carros muito expostos ao clima, como cidades litorâneas, muito chuvosas, com neve, dentre outras.

Cuidar da bateria

A bateria pode descarregar mesmo quando o automóvel está desligado, visto que alguns sistemas, como o alarme, continuam consumindo sua carga.

Sistemas de rastreamento fazem a mesma coisa porque precisam manter a localização do veículo. Quando for tirar o carro da garagem depois de muito tempo, verifique as condições da bateria.

Se ela for danificada, você pode procurar uma auto peças para comprar uma nova, mas o ideal é preservar a que você já tem.

Alguns acreditam que basta desligar a bateria, mas isso pode desconfigurar o sistema eletrônico, desencadeando outros problemas.

O melhor a se fazer é ligar o carro por um tempo e dar uma volta com ele, nem que seja no quarteirão, desse modo, a bateria será recarregada pelo alternador.

Para evitar que ela enfraqueça ainda mais, não ligue o ar-condicionado e o rádio ao mesmo tempo que for dar a partida.

Se perceber que a bateria está zerada, ande com o carro para recarregá-la e após isso, ligue os demais aparelhos.

Verificar o óleo

Assim como motor de portão, o carro também precisa de óleo para funcionar, e antes de deixá-lo parado por muito tempo, é necessário trocar o óleo, caso contrário, podem surgir problemas no motor.

Olho sujo e muito velho não tem a mesma eficiência ao evitar atritos, o que acaba desgastando as peças. Mas, é importante lembrar que esse produto se degrada ao longo do tempo, e seu prazo de validade costuma ser de 6 meses.

Carros que passam muito tempo desligados não preservam o óleo do motor, portanto, na hora de ligar o automóvel, o óleo já estará envelhecido novamente.

Se o carro ficou parado por muito tempo, além de ser necessário trocar o óleo antes de utilizá-lo, também é muito importante verificar as condições do pneu e fazer o alinhamento e balanceamento mais próximo.

Calibrar os pneus

Pneus são produtos caros e para conservá-los, é muito importante que estejam com a calibragem correta. Caso contrário, eles podem se desgastar, deformar as partes internas e perder suas propriedades.

Lembre-se de que mesmo que o carro esteja parado, ele continua pressionando o pneu com o próprio peso, o que prejudica a cinta de aço abaixo da borracha, achatando-a.

Essa modificação na forma da roda pode prejudicar a direção na hora de dirigir o carro novamente. Para evitar todo esse transtorno, é muito importante calibrar o pneu uma vez por semana.

É a oportunidade de ligar um pouco o carro, fazê-lo andar e preservar as condições do pneu. Se tiver alguma dúvida, consulte o manual do proprietário.

Cuidar da limpeza

Por fim, mas não menos importante, procure manter o seu carro sempre limpo, tanto por dentro quanto por fora, pois o acúmulo de sujeira também pode prejudicar seu funcionamento.

E quem quer cuidar da aparência, para tirá-lo da garagem com um ótimo aspecto, pode usar cera líquida preta ou de qualquer outra cor para dar mais brilho à lataria.

Considerações finais

Sendo assim, ter um carro parado não ajuda a preservar seu funcionamento, pelo contrário, pode prejudicá-lo se você não tomar todas as providências necessárias que mostramos ao longo deste artigo.

É importante preservar o automóvel para o momento em que quiser usá-lo, mas também se quiser vendê-lo. Lembre-se de que se trata de um bem e por isso é muito importante cuidar dele.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

Marcações:

1 comentário em “Carro de garagem: como cuidar bem de um veículo que roda pouco?”

  1. Pingback: Qual a melhor forma de passar na prova do detran e tirar CNH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.