Pular para o conteúdo

Quais os principais documentos veiculares?

    documentos veiculares

    Você sempre fica na dúvida de quais documentos é necessário portar na hora de dirigir? Confira os principais e quais é preciso levar sempre consigo!

    Aprender a dirigir, obter o licenciamento do veículo, renovar a habilitação ou solicitar uma segunda via… Esses são alguns exemplos de procedimentos que precisam de documentos emitidos por órgãos como o Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

    Em São Paulo, esse órgão também é responsável por supervisionar exames de habilitação, verificar e cobrar multas, além de coordenar o registro, o licenciamento e a emissão de certificados dos veículos.

    Embora não precise portar todos os documentos consigo enquanto está dirigindo, um cuidado básico para qualquer motorista é mantê-los sempre atualizados. Confira a seguir os principais documentos do carro!

    Carteira Nacional de Habilitação

    Também conhecida pela sigla CNH, esse documento é o mais importante dentre os documentos veiculares. Ele é responsável por comprovar as condições do motorista para dirigir. Existem várias categorias para habilitação — desde A (para motos) até E (veículos com reboque).

    Para obter a CNH, é preciso realizar um curso preparatório, primeiro com aulas teóricas e com uma avaliação. Só após ser aprovado nessa prova é possível começar as aulas práticas e, então, realizar a prova prática final. 

    Uma vez aprovado nesse procedimento, você só precisa esperar a CNH ser enviada pelo Detran até a sua residência. Até isso acontecer, o motorista recebe a Permissão  Provisória para Dirigir (PPD), que possui critérios mais rigorosos sobre infrações e sobre acúmulo de pontos.

    Para pessoas com idade entre 15 e 50 anos, a CNH precisa ser renovada a cada dez anos. Quem tem entre 51 e 70 anos precisa realizar a renovação a cada cinco anos. Quem tem acima dessa idade deve renovar a cada três anos. Já quem não renova pode pagar multas e acumular pontos na carteira.

    CRLV

    Essa sigla se refere ao Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. Além da CNH, o CRLV é um documento que você deve carregar sempre ao dirigir. Conhecido popularmente como “licenciamento”, esse documento também é essencial na hora de vender ou de comprar um veículo usado.

    É fundamental pesquisar se o CRLV do veículo que você deseja comprar tem pendências — se houver, é preciso que o vendedor quite todas elas antes de vender. Quem compra um carro novo deve cumprir algumas condições para conseguir esse documento, como pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), multas de trânsito e seguro DPVAT. 

    Também é preciso pagar a taxa de renovação de licenciamento a fim de emitir o documento, além de ter os dados cadastrais de endereço atualizados. O pagamento do CRLV é realizado em bancos conveniados com o Detran. Uma vez cumpridos os procedimentos e paga a taxa, é só aguardar o envio desse documento pelo Detran.

    CRV

    O Certificado de Registro do Veículo (CRV) é o documento necessário para transferir o automóvel a um novo proprietário. Conhecido como recibo do veículo, esse documento é entregue no momento em que um carro novo é emplacado. Em algumas regiões do Brasil, ele é conhecido como Documento Único de Transferência (DUT).

    Esse documento traz informações específicas sobre o veículo, como o seu código Renavam, a marca, a placa, o chassi, a placa, o ano de fabricação, dentre outros detalhes. Se a venda não transferir esse documento do antigo proprietário para o novo, a venda é considerada irregular, o que pode trazer problemas a ambos.

    Vale lembrar que o CRV não tem prazo de validade. Por isso, não precisa se preocupar se o carro for muito antigo: o CRV permanecerá o mesmo. Vale lembrar que existem algumas exceções para essa regra — como mudanças de residência. Você pode pedir uma segunda via desse documento, inclusive, se ele for perdido.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.