Pular para o conteúdo

Saiba como identificar o mau funcionamento da vela automotiva do seu veículo?

    Vela automotiva

    A quantidade de componentes presentes em um automóvel é espantosa. De fato, ele se trata de uma máquina complexa, com diversos sistemas diferentes. Mas um dos itens que chama a atenção e que deve ser verificado com frequência é a vela automotiva.

    Imaginar o funcionamento de um carro pode deixar qualquer pessoa de boca aberta, afinal, são vários os elementos que precisam atuar em conjunto para que o veículo saia do lugar, conduzindo os seus passageiros ao destino desejado.

    Quem aprende a dirigir percebe que o carro é uma máquina cheia de detalhes, os quais são indispensáveis para que o conjunto de sistemas internos cumpra a sua função.

    Ao mesmo tempo, quem já abriu o motor de um carro para ver, por cima, os diferentes elementos que são utilizados ali certamente ficou surpreso. Mesmo porque pode haver desde uma bateria heliar 70 amperes até um fusível.

    Sendo assim, nada mais natural do que ver que um veículo precisa de manutenção. Seja para trocar pneus desgastados ou encontrar o motivo pelo qual o carro não está ligando, há vários pontos que precisam ser verificados periodicamente.

    A vela de ignição é um dos componentes do automóvel que precisa ser trocado de tempos em tempos. Ela se trata de um dos itens importantes para o funcionamento do carro, mas que por ser pequeno e discreto, pode passar despercebido por muitas vezes.

    Os impactos que o mau funcionamento de uma vela de ignição pode trazer são ruins e devem ser prevenidos o máximo possível, justamente para evitar prejuízos e gastos desnecessários ocasionados por um item básico do motor do carro.

    É verdade que muitas pessoas não sabem do que se trata uma vela automotiva, e por não ter muita familiaridade com a manutenção veicular, é comum que em uma revisão mecânica o item seja trocado, mas o condutor nem saiba o motivo.

    No entanto, entender o que é a vela de ignição e saber quais são os sinais de que ela precisa ser trocada são temas importantes para a vida do motorista. Se este é o seu caso, não deixe de ler e de compreender melhor sobre o assunto neste artigo.

    O que é a vela automotiva?

    A quantidade de itens que fazem o motor de um veículo funcionar é imensa. Desde uma Bateria de Carro 60 Amp até o combustível utilizado, há uma infinidade de acessórios que, em conjunto, permitem que o carro enfim saia do lugar.

    A vela de ignição é um desses componentes. Localizada na na cabeça do cilindro, ela é responsável por gerar a faísca no interior da câmara de combustão. Com isso, a consequência é a explosão do combustível que é misturado ao ar.

    Todo esse processo empurra o pistão do carro para baixo, gerando o movimento necessário para que ele se movimente. Por serem componentes pequenos e simples, em geral passam despercebidos pela grande maioria dos motoristas.

    Mas, por ser fundamental para que o propulsor possa funcionar, tanto nos carros de carburador quanto de injeção eletrônica, é fundamental que a vela de ignição esteja em pleno funcionamento.

    Realmente, assim como um motorista que perdeu a sua carteira de motorista pode ter que passar por uma auto escola com curso de reciclagem, as velas de ignição podem precisar ser trocadas quando apresentam problemas.

    As velas automotivas que se desgastam podem trazer problemas para o funcionamento do carro, precisando de substituição o quanto antes. Alguns desses impactos podem ser:

    • Desempenho baixo;
    • Alto consumo de combustível;
    • Dificuldade no momento de dar a partida;
    • Marcha lenta desregulada.

    Mesmo um motorista com pouca experiência no volante pode perceber que algo não vai bem caso as velas de ignição estejam com defeito. Um deles é verificar que o carro não está alcançando o seu desempenho normal, impactando na direção do veículo.

    Além disso, um fator que mexe diretamente no bolso do motorista é o alto consumo de combustível. Quem acaba rodando mais pode pensar em instalar um gnv carro turbo, como meio de economizar.

    No entanto, se houver problema na vela automotiva, esse investimento pode não trazer a economia de custos ideal. Outra característica que ajuda a perceber que a vela está ruim é a dificuldade de ligar o carro.

    Por fim, a marcha lenta também pode apresentar diferenças da sua condição comum, o que pode trazer preocupação para o motorista. Sendo assim, ele precisará recorrer ao serviço mecânico para solucionar o seu problema.

    Diante disso, depois de entender o que é a vela de ignição, o motorista já pode ir além e compreender quais são os aspectos que mostram o mau funcionamento desse componente, o que o ajudará a cuidar melhor do seu carro.

    Os sinais de mau funcionamento da vela

    A vela de ignição pode precisar ser trocada e perceber isso o mais rápido possível pode fazer diferença para o bolso do condutor. Há alguns elementos que podem ser observados e que ajudam na identificação do problema. Confira quais são eles a seguir.

    1. Carro “engasgando”

    O funcionamento do motor de um carro precisa se manter sempre constante e estável. No entanto, se há um aspecto diferente, como solavancos que se assemelham a “soluços”, é possível perceber e realizar o diagnóstico de que o carro está engasgando.

    Essa característica faz com que o carro perca a força, uma vez que ela não está sendo transmitida corretamente. Um dos motivos mais frequentes para isso é o mau funcionamento da vela, que dificulta a queima do combustível.

    Outra razão é o acúmulo de sujeira. Sendo assim, a consequência é que o carro perca a sua potência e deixe a desejar no seu funcionamento. A verificação e a substituição das velas é um dos meios de solucionar a questão.

    2. Dificuldade de dar a partida

    Como mencionado, um dos impactos das velas de ignição problemáticas é a dificuldade de dar a partida. O motorista pode não saber o motivo, mas esse é um problema comum, que pode ser facilmente resolvido.

    Assim como quem não sabe o que é uma carenagem universal para moto pode fazer uma rápida pesquisa para verificar o que é esse item, tentar ligar o carro e não conseguir tem vários motivos, mas um dos principais é a vela de ignição com defeito.

    Quando o eletrodo dos componentes está desgastado, o que é comum de ocorrer com o tempo devido às faíscas que são geradas pela vela, pode ocorrer de o carro não funcionar ao tentar ser ligado.

    Isso ocorre pois os eletrodos ficam com cantos vivos arredondados, o que gera um espaço entre eles. Assim, aumenta a tensão para que a vela gere a faísca, o que interfere na capacidade da bobina. O resultado é dificuldades para ligar o carro.

    Sendo assim, tal como se descobre que o rolamento para moto é essencial para diminuir os efeitos do choque de ar durante o funcionamento do veículo, a verificação da vela e substituição dela tende a resolver o problema.

    3. Perda de desempenho

    É comum que em alguns momentos do uso do carro, o motorista perceba que ele não está desempenhando muito bem. Isso ocorre pelo mesmo desgaste de eletrodos, posto que ele impacta no acionamento do acelerador, no embalo e no arranque do veículo.

    O motivo pelo qual isso acontece é que as faíscas que fazem a combustão não estão sendo geradas corretamente. Portanto, não conseguem queimar o combustível da forma ideal. Sendo assim, a substituição das velas é fundamental.

    4. Problemas no eletrodo

    O eletrodo da vela de ignição pode passar por vários problemas. O desgaste é um deles, mas há também manchas que podem aparecer no isolamento central. Esses são motivos que agem diretamente na capacidade de funcionamento da vela.

    Isso porque a geração da faísca fica comprometida, o que traz consequências para o funcionamento correto da vela. Nesse caso, tal como uma bateria de gel automotiva substitui uma antiga com problemas, é preciso trocar a vela por uma nova.

    Todos esses são fatores que interferem no funcionamento do carro. Por essa razão, a troca de velas periodicamente é fundamental para que o veículo possa funcionar corretamente, garantindo a sua potência e o seu desempenho normais no dia a dia. 

    Considerações finais

    Fazer a manutenção das velas de ignição é parte essencial para que o motor ofereça o seu desempenho normal. Por isso, tal como a demarcação de vaga de estacionamento precisa ser refeita com o tempo, o mesmo deve ser feito com esse componente do carro.

    Sendo assim, não deixe de levar o veículo para a manutenção no período correto, garantindo assim que a troca da vela automotiva seja feita no prazo indicado e que permita o melhor funcionamento possível do carro.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Marcações:

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.