Pular para o conteúdo

Conheça o futuro para os postos de gasolina

    posto

    Se observa que o típico posto de gasolina de esquina verá grandes mudanças nos próximos anos, pois os veículos elétricos estão evoluindo cada vez mais e não vai demorar para que sejam popularizados.

    Mesmo que demore décadas, o motor de combustão interna será unido ou substituído por outros tipos de propulsão. 

    Isto mudará a necessidade dos postos de abastecimento clássicos que vendem diesel e gasolina para sempre.

    Empresas petrolíferas como a Petrobrás estão reagindo à próxima mudança para novas formas de mobilidade por meio da criação de estações de carga e estudando suas possibilidades. 

    Mais e mais pontos de carga ultra-rápidos para os viajantes com pressa devem ser instalados, especialmente ao longo das rodovias. E isso não é tudo. Muitas estações de abastecimento já começaram a atender veículos elétricos e movidos a hidrogênio. 

    Os projetos para futuras estações de abastecimento também os vêem como mundos de serviço “verdes” e centros de mobilidade modernos. Algo que promete bastante para o melhoramento da condição de vida.

    Alguns estudos prevêem que no futuro as estações de abastecimento produzirão, localmente, os próprios combustíveis por meio de energia por sistemas fotovoltaicos de telhado ou em toldo policarbonato.

    Estes combustíveis neutros em CO2 seriam, então, particularmente adequados para o uso por motoristas de longa distância e para o transporte fretado. 

    Combustíveis sintéticos de diesel e gasolina poderiam ser produzidos juntamente com eletricidade e hidrogênio para carros eletrônicos durante a transição, até que, finalmente, o mundo fosse capaz de se movimentar completamente por meios limpos.

    As estações de abastecimento se tornarão verdadeiros pontos de encontro e lugares de tráfego, servindo várias formas de mobilidade e serviço. Desde abastecimento e chaveiro 24 hs, a restaurantes e praças de convivência. 

    Por exemplo, as futuras estações de abastecimento poderão oferecer não apenas uma carga rápida para e-cars, como também um serviço de recarga de baterias para scooters e motos elétricas.

    Outro componente futuro será a função como ponto de serviço para frotas autônomas de veículos. 

    Além do fornecimento de energia seria concebível oferecer serviço de guincho 24 horas, serviços de limpeza e de reparos, de uma forma limpa e tecnológica.

    Além disso, estações de abastecimento devem se tornar verdadeiros pontos de encontro onde muitas formas diferentes de mobilidade se encontrariam.

    A visão é que locais de aterrissagem de micro aeronaves elétricas, tais como drones de passageiros. 

    Os passageiros poderiam transitar facilmente das instalações da estação de abastecimento de táxis aéreos para robotáxis autônomos ou scooters elétricos alugados. 

    Além do que já foi citado, tem também as estações de abastecimento do futuro que poderiam assumir um papel muito maior como centros logísticos, por exemplo:

    • Postos de encomenda;
    • Serviços de delivery;
    • Praças;
    • Postos de conveniência.

    Postos de abastecimento serão verdadeiros pontos de transição tecnológicos, um serviço de entrega com fiorino totalmente elétrico e quem sabe, automatizado.

    Um novo tipo de serviço

    Naturalmente, as estações de abastecimento permanecerão ativas em algumas de suas áreas de negócios clássicas. 

    Presumidamente funções como lojas de conveniência 24 horas continuarão a ser uma parte importante de seus negócios, em alguma forma modernizada, com certeza. 

    Hoje, lanches e bebidas podem ser encomendados do carro e adquiridos usando sistemas de pagamento digitais por meio do uso de aplicativos, o que pode muito bem ser agregados por postos futuristas. 

    A expansão das opções gastronômicas tornaria os postos de abastecimento mais atraentes como centros de consumo, poderiam virar verdadeiros pontos de encontro, uma nova atração.

    E serviços típicos como o lava rápido agregado também têm futuro. Se no futuro as estações de abastecimento vendessem principalmente energia renovável, também melhoraria o impacto climático da lavagem.

    Uma estação na Alemanha implementou um modelo interessante. Ela não apenas gera eletricidade solar, mas também recolhe água da chuva para usar como água de serviço, o que significa que não usa mais água potável para sua lavagem de carro. 

    Assim, as estações de abastecimento se tornando mais verdes não é apenas uma visão, mas em alguns lugares, uma realidade.

    A importância da evolução

    Durante mais de um século, a queima de combustíveis fósseis gerou a maior parte da energia necessária para impulsionar os carros, alimentar as empresas e manter as luzes acesas em residências. Petróleo, carvão e gás fornecem cerca de 80% da energia utilizada.

    E a humanidade está pagando o preço. O uso de combustíveis fósseis para energia tem exigido um enorme tributo para a humanidade e o meio ambiente. Desde a poluição do ar e da água até o aquecimento global. 

    Sem mencionar todos os impactos negativos dos produtos derivados do petróleo, tais como plásticos e produtos químicos. 

    São muito poucos os produtos que demandam um tempo de expiração tão extenso assim, como tubos de pvc para conexão para esgoto, por exemplo. 

    O problema mesmo é taxar como descartável um material que, literalmente, dura mais de 400 anos para se decompor.

    Uma das principais razões pelas quais as pessoas estão se afastando dos combustíveis convencionais como o petróleo e gasolina é que eles irão esgotar. 

    Os combustíveis convencionais geralmente consistem naqueles que não são renováveis, por isso muitas pessoas estão preocupadas com o futuro. É muito provável que uma crise mundial ocorra quando a demanda por esses combustíveis for maior do que a oferta.

    O uso de combustíveis convencionais têm um impacto negativo sobre o meio ambiente, pois eles têm emissões prejudiciais. 

    Coisas como dióxido de carbono, monóxido de carbono e dióxido de enxofre reduzem a qualidade do ar, dificultando a sobrevivência.

    São esses gases que ficam presos na atmosfera, formando o famoso efeito estufa. Eles bloqueiam os raios UV de serem liberados para fora da atmosfera, fazendo com que tudo seja absorvido, sem filtro e sem escape.

    E quanto mais esses gases são liberados, principalmente, na quantidade que é emitida hoje, mais o “cobertor” cresce, mais a Terra esquenta e mais difícil fica de respirar.

    Mudar os meios de energia de combustíveis fósseis para energias renováveis se tornou algo crucial. Não é opção. Não dá mais para ficar usando combustíveis fósseis.

    Para ser mais claro que isso, só escrevendo em letra caixa iluminada na parede do quarto. 

    Um futuro interessante

    Repensar os postos de serviço elétrico é um passo decisivo para a transição de energia em mobilidade. 

    Os postos de serviço tradicionais não são lugares agradáveis para passar tempo, principalmente, por causa do inevitável ruído e poluição do ar. 

    A necessidade de paradas um pouco mais longas associadas a veículos elétricos proporciona a oportunidade de criar espaços que podem proporcionar uma atmosfera relaxante para os viajantes.

    Pode também representar uma boa oportunidade de negócios e abertura de empresa simples, com serviços de alta qualidade, como uma área de restaurante ou um ginásio ou até mesmo um spa ou piscina, atendendo às necessidades de cada membro da família.

    A transição do transporte para a mobilidade elétrica está sem dúvida acontecendo, e os postos de gasolina estão presos no meio dela, quer eles gostem ou não.

    Ao mesmo tempo, o mundo está no meio de uma “corrida do ouro do hidrogênio”, com muitos governos dando gorjetas para que o gás se torne a próxima grande conquista. 

    Por fim, existem os esforços para reduzir as emissões de carbono, produzidas pelos combustíveis fósseis tradicionais, infundindo-os com biocombustíveis, que é o primeiro passo para a transição.

    À medida que a revolução do transporte se desenvolve, os varejistas de combustível terão que fazer investimentos antes de colher as recompensas. 

    Para os distribuidores de combustível, oferecer biocombustível como combustível alternativo é um bom ponto de partida, mas não oferece nenhuma garantia para o futuro. 

    Com a transição para alternativas neutras em carbono bem encaminhada, a simples oferta de soluções com biocombustíveis de baixo carbono não será suficiente para atender às necessidades dos clientes do amanhã.

    Com os veículos elétricos atrelados à liderança, e tanto o hidrogênio quanto os biocombustíveis no radar, eles se deparam com uma escolha difícil. 

    Considerações finais

    A verdade é que, enquanto os combustíveis alternativos estão a caminho e seu desenvolvimento é importante na descarbonização do setor de transportes, a mobilidade elétrica ainda tem uma clara liderança. 

    Veja bem, é preciso fazer um aluguel de munck para erguer um motor movido a gasolina, enquanto a bateria de um e-car pode ser segurado com uma mão só. Só nisso já é possível ver a diferença de custo e benefício entre os dois.

    O aumento da mobilidade elétrica tem sido rápido e é pouco provável que desacelere. 

    Impulsionados pela demanda dos consumidores, apoios governamentais e pelas oportunidades comerciais, é provável que existam cada vez mais e-cars nas estradas. 

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Marcações:

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.